expresso.sapo.ptexpresso.sapo.pt - 8 dez 15:10

Mais de um terço das instituições de ensino superior proíbe a praxe

Mais de um terço das instituições de ensino superior proíbe a praxe

Dados revelados pelo "Público" baseiam-se em respostas enviadas por politécnicos e universidades ao Bloco de Esquerda

Quase 40% das instituições de ensino superior não permite a realização de atividades de praxe nas suas instalações. Os dados revelados pelo "Público" baseiam-se nas respostas enviadas por politécnicos e universidades públicas ao Bloco de Esquerda (BE).

Responderam 61 instituições de ensino superior num universo de cerca de 100. A maioria, instituições privadas. Só nove universidades públicas disponibilizaram os dados aos deputados bloquistas.

O BE perguntou se as universidades ponderam vir a proibir as praxes num futuro próximo. Duas delas, a Universidade Atlântica (Oeiras) e a Escola Superior de Saúde Atlântica (que pertencem ao mesmo grupo) decidiram avançar com esta medida já a partir do próximo ano letivo.

O caso mais antigo de proibição no interior de um campus remonta a 2008 e aconteceu no Instituto Piaget. Nessa altura, esta instituição privada foi condenada pelo Tribunal da Relação do Porto a pagar uma indemnização de 40 mil euros a uma aluna vítima de atos "degradantes e humilhantes" durante uma praxe, num caso de 2002 em Macedo de Cavaleiros.

3
1