www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 8 dez 01:00

Amores de perdição

Amores de perdição

Não tenciono dar aulas de galanteio a ninguém. Mas pergunto honestamente se a EMEL não devia ser mais generosa na distribuição de bloqueios – ou, então, no uso apaixonado do reboque. Tenho a certeza de que os lisboetas não resistiriam a essas supremas manifestações de amor - Opinião , Sábado.

Quando um dia se escrever a história da nossa Europa, os especialistas do futuro vão fazer uma pergunta: como foi possível a estes bárbaros não terem visto a sepultura que cavaram?

A França é um bom exemplo. Que números tem a República para mostrar? O crescimento económico não chega a um dígito. O desemprego vai a caminho dos dois dígitos. A canga fiscal, em modestos 48% do PIB, só perde para uma despesa pública nos 57%.

Perante este cenário, a que cumpre adicionar a criminalidade fora de controlo (o Governo já admitiu que, em certos bairros, a lei da República não funciona), podemos entender melhor que um novo imposto sobre os combustíveis talvez não fosse a prioridade das prioridades.

Leia o artigo na íntegra na edição n.º 762, nas bancas a 6 de Dezembro de 2018.

2
1