blitz.sapo.ptblitz.sapo.pt - 8 dez 09:30

Os Muse não existiriam se Matt Bellamy não tivesse tido um computador Commodore Amiga e jogado “Monkey Island”

Os Muse não existiriam se Matt Bellamy não tivesse tido um computador Commodore Amiga e jogado “Monkey Island”

Um amor comum por videojogos deu origem à banda

Em entrevista à Absolute Radio, Matt Bellamy e Dominic Howard revelaram o que os uniu e levou a formar os Muse: o amor comum por videojogos. Mais concretamente, por "Monkey Island", clássico dos anos 90.

"Os Muse não existiriam se não fosse pela [consola] Commodore Amiga 500, com o upgrade de 1MB", afirmou o vocalista e guitarrista. "Esse upgrade era o motivo pelo qual o Dominic vinha a minha casa. Eu era a única pessoa com uma consola dessas".

"Tornámo-nos amigos por causa do 'It Came From The Desert' [outro jogo popular, de 1989] e do 'Monkey Island'", continuou Dominic, com Matt a completar: "Esse jogo tinha umas 12 disquetes; sempre que passávamos de nível tínhamos de mudar a disquete".

Na mesma entrevista, os dois músicos revelaram quais os seus rituais de preparação para um concerto - que não envolvem videojogos. "Damos um grande abraço de grupo. E sempre que entramos em palco, o Dominic tem de ir à casa de banho", brincou.

Um ritual que provavelmente se repetirá em Portugal, onde a banda atuará no dia 24 de julho, no Passeio Marítimo de Algés, parte da digressão de apresentação do novo álbum dos Muse, "Simulation Theory". "Não temos dado muitos espetáculos grandiosos nos últimos tempos, por isso vai ser fantástico", afirmou o baterista.

8
1