blitz.sapo.ptblitz.sapo.pt - 8 dez 11:36

Uma palavra está a motivar discussão em torno do clássico ‘Fairytale of New York’ de 1987

Uma palavra está a motivar discussão em torno do clássico ‘Fairytale of New York’ de 1987

Tema dos Pogues arrisca ser censurado

O clássico 'Fairytale in New York', dos Pogues, está a ser alvo de escrutínio por parte de alguns radialistas irlandeses.

Depois de 'Baby, It's Cold Outside', também esta popular canção de natal - que não é uma canção de natal - poderá vir a ser retirada das rádios ou censurada.

Em causa está a utilização, num dos versos, da palavra faggot, termo pejorativo para com homossexuais.

A polémica estalou quando o radialista Eoghan McDermott, da rádio irlandesa RTÉ, enviou uma série de tweets a colegas de profissão, pedindo para que o termo em questão fosse censurado.

"Perguntei a dois membros da minha equipa, homossexuais, como se sentiam [por ouvir a palavra]", escreveu. "Um é a favor que se censure, o outro acha que devíamos banir a canção. Nenhum dos dois gosta de ouvir o termo".

"Expressões com zero utilidade social devem cair. Já existe ódio suficiente sem que os homossexuais tenham de se sentir desconfortáveis, para que as pessoas que não se sentem afetadas por um insulto possam bater o pé", continuou.

No entanto, há quem saliente que, no calão irlandês, a palavra tenha um significado completamente diferente: faggot é, aqui, utilizado para descrever uma pessoa "preguiçosa".

Algo que McDermott contesta, dizendo que "o contexto não importa na rádio". "Tudo é censurado, incluindo coisas que apelam à consciência social, como o Kendrick Lamar", escreveu.

Para já, 'Fairytale of New York' irá ser transmitida sem censura, segundo a RTÉ, que não quis tecer mais comentários sobre o caso.

12
1