www.publico.ptpublico.pt - 8 dez 08:32

V. Setúbal, o primeiro teste a sério à recuperação do Benfica

V. Setúbal, o primeiro teste a sério à recuperação do Benfica

Os “encarnados” ?deslocam-se neste sábado ao Estádio do Bonfim sem margem para deslizes.

Desde que esteve praticamente fora do Benfica que Rui Vitória tem somado triunfos. Até ao momento foram dois, um relativo ao campeonato (Feirense), outro a contar para a Taça da Liga (Paços de Ferreira). Ambos no conforto da Luz. Mas neste sábado a equipa “encarnada” tem pela frente um desafio de outro calibre. O Vitória de Setúbal, de Lito Vidigal, tem revelado ser um adversário difícil de ultrapassar. Nos últimos oito jogos (incluindo todas as competições) somou seis vitórias e apenas duas derrotas — uma para o campeonato, no terreno do Sp. Braga, e outra para a Taça da Liga, em casa do Tondela. Mais: os vitorianos não são uma máquina de fazer golos, mas nas últimas nove partidas têm marcado sempre.

Rui Vitória sabe que o jogo da noite deste sábado, no Bonfim, é importante para confirmar a recuperação do Benfica, ou, pelo contrário, fazer os “encarnados” cair de novo na instabilidade. Tudo aquilo que a equipa não precisa quando, até ao final deste ano, tem ainda pela frente seis partidas nas quatro competições em que está envolvida (Liga, Champions, Taça de Portugal e Taça da Liga).

PÚBLICO - Aumentar

A estatística, contudo, é claramente favorável aos benfiquistas. No Bonfim, em 82 jogos, os vitorianos apenas venceram 13, registando-se ainda 17 empates. Mas Rui Vitória sabe que é preciso mais do que apenas contar com os números para derrotar os sadinos, “uma equipa sólida e consistente”. “As equipas do [treinador] Lito acabam por ter este perfil, batem-se muito bem”, comentou.

Questionado sobre as suas ideias no que diz respeito a saídas e entradas de jogadores do plantel na reabertura do mercado de transfer��ncias, em Janeiro, Vitória fez o possível para fugir ao assunto. Até disse que Ferreyra, ponta-de-lança argentino contratado esta temporada e que apenas marcou um golo com a camisola das “águias”, “não é uma carta fora do baralho”. Mas acrescentou: “Vamos pensando, mas não é nesta altura que vou dizer quem são os jogadores [que saem].”

Quanto a Lito Vidigal, apelou ao apoio dos simpatizantes vitorianos. “Jogamos em nossa casa e esperamos que venha muita gente ao estádio. Só juntos poderemos ser mais fortes. Se comparecerem em massa, temos mais possibilidades de vencer”, vincou.

2
1