mag.sapo.ptmag.sapo.pt - 10 nov 16:54

Polaco "Guerra Fria" domina nomeações dos European Film Awards

Polaco "Guerra Fria" domina nomeações dos European Film Awards

A Academia de Cinema Europeu divulgou este sábado, no Festival de Cinema de Sevilha, a lista final com os nomeados para os prémios do European Film Awards, cujos vencedores ...

No sábado à noite foi divulgada no Festival de Cinema de Sevilha a lista final com os nomeados para os prémios do European Film Awards, cujos vencedores serão divulgados, também na cidade andaluza, a 15 de dezembro.

Entre os apresentadores esteve a atriz Valeria Golino, que este ano é homenageada no Festival de Sevilha.

Na cerimónia, que decorreu na imponente Plaza de España, que já foi o quartel-general dos britânicos nas filmagens do mítico "Lawrence da Arábia", destacou-se a importância de continuar a luta pelo cinema europeu e pela ideia de Europa numa época de ultranacionalismos.

"Diamantino", de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt, surge na corrida na categoria de comédia, que irá disputar com "O Espírito da Festa" e "A Morte de Estaline".

O outro filme português a concurso, na categorria de melhor curta-ametragem, é "Aquaparque", da Ana Moreira.

Ainda assim, é o filme de Pawel Pawlikowski "Guerra Fria", estreado recentemente no nosso circuito comercial, que se destaque por ser o único a aparecer nomeado em todas as cinco categorias de ficção.

Continuar a ler european film awards créditos: RONI NUNES

Para além da categoria Melhor Filme, a obra que já tinha rendido o prémio de Melhor Realizador a Pawilowski no Festival de Cannes, "Guerra Fria" concorre às categorias de Realizador, Ator (Tomasz Kot), Atriz (Joanna Kulig) e Argumento - este último também a cargo do cineasta. É o segundo grande êxito de crítica e de circuitos de festivais do polaco, que deu nas vistas com "Ida". "Guerra Fria" aborda um romance entre um casal muito diferente, decorrido no contexto dos anos 50.

As nomeações destacaram ainda os italianos "Dogman", de Mateo Garrone, e "Feliz como Lázaro", de Alice Rohrwacher, o sueco "Border", de Ali Abassi, todos com quatro indicações, e o belga "Girl", de Lukas Dhont, que completa a lista de Melhor Filme. Nos documentários dois dos destaques são o espanhol "The Silence of Others", sobra a ditadura franquista, e a obra passada no seio de um grupo radical islâmico "Of Fathers and Sons" - ambos exibidos recentemente no Doclisboa. Já "Bergman- - A Year in Life", tem estreia prevista para o circuito comercial português.

Conheça a lista principal dos nomeados:

MELHOR FILME

BORDER, de Ali Abassi
DOGMAN, de Mateo Garrone
FELIZ COMO LÁZARO, de Alice Rohrwacher
GUERRA FRIA, de Pawel Pawlikowski
GIRL, de Lukas Dhont

MELHOR REALIZADOR

Ali Abbasi, por BORDER
Matteo Garrone, por DOGMAN
Samuel Maoz por FOXTROT
Pawel Pawlikowski, por COLD WAR
Alice Rohrwacher, por HAPPY AS LAZZARO

MELHOR ATOR

Jakob Cedergren, por THE GUILTY
Rupert Everett, por THE HAPPY PRINCE
Marcello Fonte, por DOGMAN
Sverrir Gudnason, BORG/MCENROE
Tomasz Kot ,GUERRA FRIA
Victor Polster, GIRL

MELHOR ATRIZ

Marie Bäumer, 3 DAYS IN QUIBERON
Halldóra Geirharðsdóttir, por WOMAN AT WAR
Joanna Kulig, por GUERRA FRIA
Bárbara Lennie, por PETRA
Eva Melander, por BORDER
Alba Rohrwacher, por FELIZ COMO LÁZARO

MELHOR ARGUMENTO

Ali Abbasi, Isabella Eklöf e John Ajvide Lindqvist, por BORDER
Matteo Garrone, Ugo Chiti & Massimo Gaudioso, por DOGMAN
Gustav Möller & Emil Nygaard Albertsen, porTHE GUILTY
Pawel Pawlikowski, por GUERRA FRIA
Alice Rohrwacher, por FELIZ COMO LÁZARO

MELHOR DOCUMENTÁRIO

A WOMAN CAPTURED, de Bernadett Tuza-Ritter
BERGMAN – A YEAR IN A LIFE, de Jane Magnusson
OF FATHERS AND SONS, de Talal Derki
THE DISTANT BARKING OF DOGS, de Simon Lereng Wilmont
THE SILENCE OF OTHERS de Almudena Carracedo & Robert Bahar

1
1