observador.ptJosé Miguel Pinto dos Santos - 13 out 00:05

Perspetiva económica

Perspetiva económica

Kōan (para leitura meditada, com a coluna bem direita, preferencialmente com uma inspiração e expiração profunda entre cada frase, acompanhada de visualização pausada de cada episódio)

Situação económica nacional: como perspetivá-la?

Kōan (para leitura meditada, com a coluna bem direita, preferencialmente com uma inspiração e expiração profunda entre cada frase, acompanhada de visualização pausada de cada episódio):

“Um homem regressava à sua aldeia nas montanhas. De repente sentiu um tigre a aproximar-se. Começou a fugir. Corria para a frente e o tigre perseguia-o. Chegou a um precipício. Uma videira brava crescia quase na horizontal, na ravina, sobre o vazio. O homem agarrou-se à videira, afastou-se um pouco do bordo do precipício e ficou suspenso sobre o abismo. A poucos pés de distância, o tigre cheirava-o. Estava indeciso sobre se devia apoiar a pata na videira. O homem olhou para baixo e viu, lá no fundo, outro tigre a olhar para cima na expectativa de que ele caísse. A videira balanceava. O homem começou as sentir as raízes da videira a estalar, raiz a raiz, das mais pequenas e fracas para as mais grossas e fortes. Reparou então numa uva que estava num dos ramos da videira. Segurando-se só com uma mão, com a outra colheu a uva e pô-la na boca. Como era doce o seu sabor!”

Uva doce: o que será?

13
1