www.publico.ptpublico.pt - 15 set 22:51

Nem com convite as campeãs da WNBA irão à Casa Branca

Nem com convite as campeãs da WNBA irão à Casa Branca

As Seattle Storm não estão à espera que o Donald Trump as queira receber na sua residência oficial em Washington.

É uma tradição no desporto norte-americano, as equipas campeãs serem recebidas na Casa Branca pelo Presidente em exercício. Nos últimos tempos, essa tradição tem sofrido vários percalços, sobretudo desde que Donald Trump assumiu o cargo e, agora, há mais uma equipa campeã que não irá ao 1600 na Pennsylvania Avenue, em Washington: mesmo que sejam convidadas, as Seattle Storm, campeãs da Liga Norte-Americana de Basquetebol profissional feminino (WNBA), não irão tirar fotografias com Trump na Sala Oval.

Foi esta a declaração de intenções de Sue Bird, experiente base das Storm, a falar pela equipa após o último jogo da final frente às Washington Mystics. ���Nesta altura, vale mesmo a pena falar disso? Falamos entre nós e estamos atentas ao que aconteceu com Minnesota e não sermos convidadas. E todos sabemos o que aconteceu com Steph Curry e com LeBron James no Twitter. Tenho a certeza que o presidente vai dizer que não seremos convidadas. Por isso, tudo acaba bem”, disse Bird, citada pelo jornal Seattle Times, referindo-se ao facto de as Minnesota Lynx, campeãs em 2017, não terem recebido um convite para visitarem a Casa Branca.

Segundo a veterana de 17 temporadas que já ganhou três títulos de campeã, as visitas à Casa Branca perderam significado desde que Trump assumiu o cargo: “Era um momento especial, único. Lembro-me quando fui lá e conheci o Presidente Obama. Agora já não há esse sentimento. Ninguém quer ir.”

Também a NBA não teve o seu campeão das duas últimas épocas na Casa Branca. Os Golden State Warriors rejeitaram o convite de Trump em 2017, embora o presidente norte-americano tenha dito que foi ele que retirou o convite, que nem sequer foi feito após os Warriors terem ganho em 2018. E o próprio Trump assumiu as despesas de uma guerra no Twitter com Curry e com LeBron James – o agora jogador dos Lakers chegou a chamar-lhe “vadio”.

Desde que assumiu a presidência, Trump já recebeu as visitas dos New England Patriots (campeões da NFL em 2017), dos Houston Astros (campeões da MLB em 2017), dos Pittsburgh Penguins (campeões da NHL em 2017) e dos campeões universitários de futebol americano Alabama Crimson (2017) e Clemson Tigers (2018). Em 2018, Trump cancelou a visita dos Philadelphia Eagles, vencedores da Super Bowl, por muitos jogadores terem dito que não iam. Quantos aos campeões de basquetebol universitário, nem homens, nem mulheres foram à Casa Branca. Os de 2017 recusaram o convite e Trump já não convidou ninguém em 2018.

1
1