www.jn.ptjn.pt - 15 set 22:47

Recluso matou colega de cela e arrancou-lhe os olhos

Recluso matou colega de cela e arrancou-lhe os olhos

Um preso do Estado da Florida, nos EUA, matou o companheiro de cela, arrancou-lhe os olhos e usou uma orelha dele ao pescoço, por ele o incomodar

Segundo o "Miami Herald", o caso aconteceu em Lake City, a 50 quilómetros de Jacksonville, na última quinta-feira, num edifício anexo ao estabelecimento prisional, que alberga cerca de três mil reclusos, entre eles os mais violentos da região. Larry Mark, de 58 anos, foi morto e o seu corpo mutilado na quinta-feira de manhã e, depois do crime, o assassino surgiu numa zona comum da prisão com a orelha da vítima ao pescoço, dizendo que já tinha guardado os olhos para os comer mais tarde.

Na contagem dos prisioneiros, os guardas não deram pela falta de Mark e só se aperceberam do homicídio mais tarde naquele dia, eventualmente devido a uma luta violenta entre gangues que ocorreu no mesmo dia e que deixou quatro prisioneiros feridos.

Segundo o jornal "Tampa Bay Times", a prisão sofre com a falta de guardas prisionais e muitos do que lá trabalham têm pouca experiência numa profissão que, nos EUA, é, segundo se queixam, muito mal remunerada.

Há registo nesta prisão, a Columbia Correctional Institution, de rixas violentas entre prisioneiros, que são aproveitadas para serem cometidos outros crimes, como tráfico de droga, noutros pontos do edifício, enquanto os guarda acorrem ao incidente.

No edifício onde ocorreu o crime, estava apenas um guarda no posto de controlo, que não se apercebeu de nada.

A vítima cumpria uma pena de prisão perpétua por um homicídio cometido em 1981. Sobre a identidade do assassino pouco se sabe, mas o mesmo jornal revela que terá chegado há pouco tempo à prisão, depois de já ter estado o corredor da morte.

1
1