eco.pteco.pt - 12 ago 12:38

Cheques já compensam face ao custo de muitas transferências

Cheques já compensam face ao custo de muitas transferências

Nas transferências de montantes mais elevados, é possível poupar várias dezenas de euros caso se opte pelo uso de cheques.

Apesar do custo e de já não serem aceites em alguns estabelecimentos comerciais, os cheques começam a ser uma alternativa mais em conta face a outras operações tendo em conta o aumento dos custos das transferências bancárias. Num levantamento feito pelo jornal Público (acesso condicionado) é possível concluir que, nas transferências de montantes mais elevados, é possível poupar várias dezenas de euros caso se opte pelo uso de cheques.

O jornal sublinha que a comparação é feita através de um levantamento de dados, que não é exaustivo, mas tem por base informações recolhidas através do portal ComparaJá, a partir dos preçários dos cinco maiores bancos a operar no mercado nacional (BPI, BCP, Caixa Geral de Depósitos, Novo Banco e Santander) e de um levantamento feito pelo próprio jornal.

O Público revela que a utilização de cheques tem vindo a cair, mas ainda representaram 13,1% dos montantes processados no sistema de pagamentos nacional (SICOI) em 2017, num montante total de 55 mil milhões de euros. Mas, para valores acima de 100 mil euros, ainda são um meio de pagamento muito utilizado por empresas e particulares já que representaram 49% do valor total em 2017. Contudo, em número de operações bancárias, o campeão é a rede Multibanco, com 86% (2185 milhões no último ano).

1
1