desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 13 jul 18:01

As novas 'asas' de uma 'águia' que tenta reconquistar o título de campeão nacional

As novas 'asas' de uma 'águia' que tenta reconquistar o título de campeão nacional

Benfica é o clube que já fez mais contratações, e o primeiro a começar nos jogos a doer....

O Benfica já regressou aos trabalhos para preparar a nova temporada, mas regressa com um sentimento de dever não cumprido. Os 'encarnados' falharam a conquista do inédito pentacampeonato - FC Porto foi o campeão - mas voltaram com vontade de reconquistar o título de campeão nacional.

+ Sporting: um 'leão' de 'cara lavada' e casa arrumada + Um FC Porto 'super-económico' na defesa do título

A pré-época começou mais cedo do que o habitual devido à participação na 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões. E esta entrada ao trabalho antes do tempo obrigou a um ataque ao mercado mais cirúrgico e a jogadores já feitos para retomar os caminhos da conquista de títulos.

As entradas e os rumores

A contratação mais sonante e também a mais cara foi a de Facundo Ferreyra. O argentino chegou a custo zero depois de terminar contrato com o Shakhtar Donetsk, mas os 'encarnados' tiveram de pagar cerca de cinco milhões de euros de prémio de assinatura e um salário de 2,2 milhões de euros limpos por ano. Para o ataque chegou também o chileno Castillo por que o Benfica pagou cerca de sete milhões de euros.

O setor mais recuado da equipa foi o que sofreu mais alterações. Há um novo guarda-redes, um regresso na lateral esquerda, um lateral-direto e e uma nova dupla de centrais.

Vlachodimos é o novo guardião do clube da Luz. Custou 2,4 milhões de euros. Yuri Ribeiro e Ebuehi são os novos homens das faixas de Rui Vitória. O português regressa depois de uma boa época ao serviço do Rio Ave, e o nigeriano chega a custo zero. Estava ao serviço do Den Haag, da Holanda. Lema e Germán Conti são argentinos e vêm reforçar a central da defesa, que vai perder Luisão no final da presente temporada.

O meio-campo também conta com algumas caras novas. Alfa Semedo regressou a uma casa que deixou há um ano para representar o Rio Ave. Custou dois milhões de euros e vai ser a alternativa ao sérvio Fejsa. O médio-ofensivo Chiquinho e o extremo João Amaral são jogadores que chegaram a baixo custo, e que deram nas vistas na última temporada ao serviço de Académica e Vitória de Setúbal, respetivamente.

Ao todo, o Benfica já gastou mais de 22 milhões de euros em contratações, e Luís Filipe Vieira não deve ficar por aqui pois quer dotar o plantel de Rui Vitória de muitas e boas opções para voltar a conquistar o título.

Muitos têm sido os jogadores apontados aos 'encarnados', mas ainda não há confirmações: Renan Ribeiro (Estoril), Diego Laxalt (Génova), Renato Sanches (Bayern Munique), Léo Cittadini (Santos), Rafinha (Barcelona), Bernard (Shakhtar Donetsk), Joaquín Torres (Newell's), Pussetto (Huracán), Pol Fernandéz (Godoy), Tekpetey (Schalke), Olaza e Emanuel Reynoso (Talleres).

Regressos e promoções

Esta pré-época também trouxe muitas caras novas, mas que já estavam familiarizadas com o clube da Luz. Falamos dos jovens a quem Rui Vitória está a dar espaço para mostrarem o seu talento. O mais sonante é João Félix. Tido como uma aposta de futuro, o jovem tem deslumbrado nos treinos da pré-temporada e mostrado muita maturidade para a sua idade.

A João Félix juntam-se André Ferreira, Alex Pinto, Gedson Fernandes, David Tavares (que entretanto se lesionou com gravidade), Heriberto Tavares e Chris Willock. Lisandro López e André Carrillo também fazem deste grupo, depois de terem sido emprestados na última época, assim como Ola John que esteve no Benfica B na temporada anterior.

Saídas

Até agora as 'águias' perderam catorze jogadores neste mercado entre empréstimos, vendas e saídas após fim de contrato: Paulo Lopes (acabou a carreira), Douglas (volta ao Barcelona), Eliseu (acabou o contrato), João Carvalho (transferido para o Nottingham Forest por 15 milhões de euros), Raúl Jiménez (emprestado ao Wolverhampton com uma taxa de cedência de 3 milhões), Talisca (emprestado ao Guangzhou com uma taxa de 5 milhões), Diogo Gonçalves (emprestado ao Nottingham Forest), Cristante (transferido para a Atalanta por 5 milhões), André Horta (transferido para o Los Angeles FC por 6,8 milhões), Aurélio Buta (mudou-se para o Antuérpia), Pedro Nuno (rescindiu e foi para o Moreirense), Jhon Murillo e Arango (emprestados ao Tondela) e Óscar Benítez (cedido ao Argentinos Juniors). A estes juntam-se 5 milhões garantidos depois da venda de Pelé ao Mónaco - Benfica tinha 50% do passe do médio.

Em números, a SAD 'encarnada' já fez cerca de 40 milhões de euros com saídas, mas os números prometem não ficar por aqui. Bruno Varela, Lisandro López, Salvio, Seferovic, Grimaldo, Rúben Dias e André Carrillo são jogadores com muito mercado e que podem deixar o clube da Luz.

1
1