www.publico.ptpublico.pt - 13 jul 15:45

Bem-estar. Em Santa Maria da Feira vai poder caminhar ao lado do médico

Bem-estar. Em Santa Maria da Feira vai poder caminhar ao lado do médico

Termas de São Jorge lançam caminhadas pedagógicas mensais. Para fazer com o médico ou com o terapeuta.

As Termas de São Jorge, em Santa Maria da Feira, lançam no sábado o programa Walk with a Doc, que, podendo traduzir-se por "Caminhar com um Doutor", propõe caminhadas pedagógicas mensais sempre acompanhadas por um médico ou terapeuta.

Originário dos EUA, o projecto vem-se afirmando noutros países desde 2005, estreou-se recentemente em Portugal num número restrito de unidades de saúde da região Sul e chega agora a uma estância termal como iniciativa recomendada também pelos profissionais de hidrologia médica.

"As Termas de São Jorge são o primeiro balneário termal da Península Ibérica a aderir a este projecto internacional", afirma Teresa Vieira. "Faz parte da nossa missão promover a literacia em Saúde, não só junto dos nossos termalistas, como também da comunidade em geral, e este projecto visa associar o exercício físico à respectiva componente clínica, cumprindo assim esse nosso objectivo", acrescenta.

Para a administradora do balneário das Caldas de São Jorge, o projecto congrega "todos os valores do termalismo – a natureza, o acompanhamento médico e a interacção social" – e tem ainda a vantagem de "valorizar a caminhada como a actividade física com menor taxa de desistência e maior grau de segurança, sobretudo para pessoas com patologias ortopédicas, cardíacas ou excesso de peso".

Sempre no segundo sábado de cada mês e com participação gratuita, cada "Walk with a Doc" das Termas de São Jorge irá explorar um tema diferente e o arranque da iniciativa faz-se já este sábado, às 9h, com uma análise a questões sobre "Protecção Solar".

Num primeiro momento, os participantes reúnem-se no Átrio Centenário do edifício das Termas, para uma conversa sobre o tema a explorar; depois procedem aos alongamentos que devem anteceder qualquer actividade física e logo de seguida iniciam a caminhada de três quilómetros pelos chamados "trilhos termais", num percurso que também será pontuado com exercícios de reforço muscular.

Quem vai orientar a estreia do programa é o médico hidrologista Pedro Prata, que assegura que a caminhada se processará "a vários ritmos, consoante a tolerância de cada pessoa".

"Existem cada vez mais grupos de caminhada e running por todo o país, bem como uma aposta crescente do Poder Local em infra-estruturas para a prática do exercício físico", observa esse clínico. "No entanto, este projecto diferencia-se das demais caminhadas pela presença de profissionais de saúde no acompanhamento dos participantes e pelo seu contributo para a literacia em saúde", realça.

Dado que "as doenças cardiovasculares e metabólicas têm uma prevalência cada vez maior na sociedade mundial e estão directa e proporcionalmente associadas ao grau de sedentarismo,", Pedro Prata acredita, aliás, que as caminhadas são uma boa forma de prevenir situações como o enfarte agudo do miocárdio, a diabetes e a hipercolesterolémia.

"Existem evidências científicas de que o exercício físico quando praticado com regularidade e segurança poderá actuar como um poli-pill", conclui o médico, referindo-se assim a um "poli-comprimido" com capacidade para diminuir os valores da tensão arterial, do colesterol, da massa gorda e da glicemia.

1
1