expresso.sapo.ptexpresso.sapo.pt - 14 jun 22:34

Três mortos e nove feridos em tiroteio durante campanha eleitoral no sul da Turquia, junto à Síria

Três mortos e nove feridos em tiroteio durante campanha eleitoral no sul da Turquia, junto à Síria

Comitiva do deputado do AKP foi atacada por pessoas armadas com paus e facas. No ataque estarão implicados filiados do partido pró-curdo HDP

Três pessoas morreram e nove ficaram feridas nesta quinta-feira num tiroteio no sul da Turquia, durante uma visita de um deputado do Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), em campanha para as eleições do próximo dia 24. De acordo com os media turcos, o tiroteio envolveu a comitiva do deputado Ibrahim Halil Yildiz, do partido do poder, de Recep Tayyip Erdogan, durante uma visita a Suruç, uma localidade na fronteira com a Síria. No entanto, não são claras as circunstâncias em que ocorreu o tiroteio.

A agência noticiosa estatal, Anadolu, refere que a comitiva do deputado foi atacada por pessoas armadas com paus e facas e que no ataque estão implicados filiados do partido pró-curdo HDP. Entre os mortos está um irmão do deputado.
Já os media pró-curdos sustentam que foi o corpo de segurança do deputado Yildiz que abriu fogo num mercado dae Suruç, depois de a comitiva ter sido recebida de forma hostil pelos comerciantes. Segundo o gabinete do governador da província de Saliurfa, onde Suruç está localizada, uma "luta entre dois grupos" causou três mortos e nove feridos.

O porta-voz do Presidente turco, Recep Erdogan, utilizou o Twitter para repudiar "fortemente este ataque horrível" e que os autores "serão levados à justiça". A 24 de junho realizam-se na Turquia, em simultâneo, as eleições legislativas e presidenciais, antecipadas.

1
1