rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 14 jun 17:44

Comissão Europeia boicota Mundial da Rússia. Portugal "não politiza futebol", diz MNE

Comissão Europeia boicota Mundial da Rússia. Portugal "não politiza futebol", diz MNE

Em declarações à Renascença, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, reforça a decisão das autoridades portugueses de apoiarem jogadores da seleção nacional.

A Comissão Europeia não vai enviar representantes ao Mundial de Futebol da Rússia, que começou esta quinta-feira. O Governo português diz que não politiza a prova.

O Parlamento Europeu pediu, entretanto, à UE para emitir uma declaração que condene as violações dos direitos humanos na Rússia e as tentativas de as encobrir através da realização do Mundial.

Em declarações à Renascença, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, afirma que Portugal não quer politizar o Mundial de Futebol.

O chefe da diplomacia portuguesa reforça a decisão das autoridades portugueses de darem o seu apoio aos jogadores da seleção nacional.

“Nós não politizamos o Mundial de Futebol. A nossa atenção relativamente ao Mundial de Futebol diz respeito à equipa que nos representa a todos, a seleção nacional”, começa por referir Augusto Santos Silva.

“Por isso, as autoridades organizaram-se de forma a que cada jogo da seleção nacional esteja presente um membro do Governo ou dos outros órgãos de soberania para sinalizar o apoio do país à sua seleção. O próprio Presidente da República faz gosto de assistir a um dos jogos da primeira fase”, sublinha o ministro dos Negócios Estrangeiros.

O Mundial de Futebol arrancou esta quinta-feira. Portugal entra em campo na sexta-feira, frente a Espanha, e, jogo da primeira jornada do Grupo B.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai marcar presença nas bancadas do estádio de Sochi. A partida começa às 19h00.

O primeiro-ministro, António Costa, promete ir aos oitavos de final, se Portugal passar a fase de grupos.

1
1