www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 14 jun 17:51

Jogos de preparação fazem disparar audiências na RTP1

Jogos de preparação fazem disparar audiências na RTP1

Jogos de preparação da Seleção impulsionaram audiências da RTP1. Primeiro jogo de Portugal no Mundial é já na sexta-feira

Futebol é sinónimo de audiências em televisão em Portugal e os jogos da Seleção não são exceção. O primeiro jogo de Portugal no Mundial 2018 é já na sexta-feira contra Espanha, mas os resultados dos jogos de preparação da equipa das Quinas para a competição que decorre na Rússia, entre 14 de junho a 15 de julho, dão sinal que os portugueses vão ficar colados aos ecrãs.

Dos três jogos de preparação da Seleção foi o encontro contra a Argélia que foi o mais visto. Em média 2,068 milhões de telespectadores, com o jogo transmitido pela RTP1 a 7 de junho pelas 20h, a gerar uma audiência média de 21,4% e um share de 47,8%. Foi o último jogo de preparação antes do arranque do Mundial e aquele que gerou mais interesse, tendo Portugal ganho por 3 a zero.

O jogo contra a Tunísia foi visto em média por 1,550 milhões de pessoas, tendo gerado 16% de audiência média e um share de 40%. O encontro contra a Bélgica foi visto em média por 1,767 milhões de indivíduos, gerando uma audiência média de 18,2%, tendo o jogo durante a sua emissão (que arrancou às 19h36) gerado um share de 48,7%, o mais elevado dos três jogos para o canal público.

Face ao share registado no mês de maio, é já notório o crescimento da RTP1 nos dias em que transmite jogos da Seleção Nacional. A partir do segundo jogo de preparação, realizado na Bélgica, a estação pública liderou em termos de share”, destaca Initiative/Mediabrands Insight.

O último jogo de preparação foi o segundo programa mais visto do ano, num ranking dominado pelo futebol.

O jogo da segunda mão dos quartos de final da Liga Europa entre o Sporting e Atlético de Madrid foi o programa mais visionado pelos portugueses. Logo depois está o último jogo de preparação da Seleção para o Mundial 2018, Portugal Argélia. Estes indicadores mostram que o futebol é o grande agregador de audiências e, com o Mundial à porta, é previsível que os jogos de Portugal possam dominar as audiências”, destaca a agência de meios.

Jogos de Portugal no Mundial

A RTP1 vai transmitir o primeiro e o último jogo da fase de grupos, enquanto a estação de Carnaxide assegura a transmissão do segundo jogo da Seleção Nacional. A estação pública mantém ainda assim a exclusividade da grande maioria dos jogos do Campeonato, em particular os da Seleção Nacional”, realça a Initiative/Mediabrands Insight.

A estação pública vai transmitir o jogo Portugal vs Espanha na sexta-feira (19h), a SIC o Portugal vs Marrocos (dia 20 às 13h) e, a RTP1 transmite no dia 25 às 19h o último jogo da fase de grupos que opõe a Seleção à equipa do Irão.

A participação de Portugal em competições internacionais são, por norma, garante de audiências para as estações que transmitem os jogos.

Em 2014, ano de Mundial no Brasil, a RTP1 ganhou terreno face às estações concorrentes. Contudo, a fraca prestação da Equipa das Quinas fez com que as audiências dos jogos desta competição fossem diminuindo, voltando apenas a aumentar nas últimas fases decisivas. De destacar o impacto dos jogos da Seleção Nacional, esses sim, capazes de disparar as audiências. O jogo entre EUA x Portugal foi o que maior destaque obteve nesta competição, com mais de 3 milhões e meio de telespectadores a que correspondeu um share acima dos 79%. O jogo terminou empatado a duas bolas colocando em causa as aspirações portuguesas”, lembra a Initiative/Mediabrands Insight.

Nesse ano, em maio a estação pública apresentava um share de 17%, tendo no período do Mundial subido o share para 24%.

“Já no Europeu de França, em 2016, a RTP1 foi também o único canal de televisão aberto a transmitir os jogos da competição, que no final culminou com a consagração inédita de Portugal como Campeão da Europa. Durante o período da competição, a RTP1 aproximou os seus valores de share da TVI. A prestação da equipa foi aumentado o entusiasmo e as audiências em torno da competição, em especial os decisivos para a equipa nacional, culminando com uma performance histórica tanto para a Seleção, como para a estação pública”, descreve a agência de meios.

Durante o Euro 2016, a estação pública tinha em maio um share de 14%, tendo no período da competição conquistado um share de 21%, ultrapassando a líder TVI.

1
1