expresso.sapo.ptexpresso.sapo.pt - 14 jun 16:53

Coreia do Norte. Pentágono suspende exercícios militares “por tempo indefinido”

Coreia do Norte. Pentágono suspende exercícios militares “por tempo indefinido”

Donald Trump já tinha anunciado o fim das manobras militares ao largo da península coreana. Informação de que foram, de facto, já suspensas foi dada por uma fonte da administração norte-americana à AFP

O Pentágono terá “suspendido por tempo indefinido” os exercícios militares com a Coreia do Sul, avançou a agência de notícias AFP, citando um responsável da administração dos Estados Unidos.

Donald Trump já tinha anunciado o fim das manobras militares ao largo da península coreana. Fê-lo na conferência de imprensa na ilha de Sentosa, Singapura, que se seguiu ao histórico encontro com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

Para justificar a sua decisão, usou o argumento normalmente infalível - o do dinheiro que é preciso “poupar”. “Vamos parar com os jogos de guerra”, disse então o Presidente norte-americano, classificando as manobras como “provocatórias e inapropriadas”.

Já esta quinta-feira de manhã, e respondendo a uma incógnita que se mantinha desde que Trump fez o grande anúncio, Moon Jae-in, Presidente sul-coreano, disse estar disponível para suspender os exercícios militares desde que a Coreia do Norte se comprometa com a implementação de “medidas de desnuclearização” e mantenha um “diálogo sincero” com Seul e Washington com vista a “reduzir as hostilidades”.

“Neste cenário, a Coreia do Sul precisa mudar de forma flexível a sua pressãoo militar com o objetivo de criar um clima de confiança mútua, conforme acordado na declaração de Panmunjom”, disse Moon durante uma reunião do Conselho de Segurança Nacional.

O Departamento de Defesa dos EUA realiza todos os anos duas grandes manobras militares com a Coreia do Sul ao largo da costa de Pyongyang, em março e em agosto. O mais recente exercício durou 11 dias e nele participaram cerca de 17,500 militares americanos e 50 mil sul-coreanos.

1
1