www.dn.ptVitaly Mirny - 14 jun 01:15

Opinião - Pelé e Eusébio numa música russa

Opinião - Pelé e Eusébio numa música russa

Não passa um único dia, nos últimos meses, sem a comunicação social russa escrever sobre o Mundial de futebol, a realizar-se no país pela primeira vez na sua história.

O evento provoca uma grande emoção entre os adeptos e a população russa em geral, que aguarda com impaciência o início da prova.

Lembre-se que o futebol na Rússia é uma das modalidades desportivas mais populares, com o número de futebolistas, oficialmente registados, a rondar dois milhões.

O número de clubes excede 40 mil, e os adeptos são, à escala nacional, principalmente homens, uma vez que as mulheres russas não mostram grande interesse no futebol.

Foi no fim do século XIX, mais precisamente em 1897, que se realizou em São Petersburgo, então capital do país, o primeiro jogo oficial entre duas equipas locais. A primeira estrutura de futebol, a União Russa de Futebol, foi criada em 1912.

A figura do futebol russo mais venerada, por adeptos russos e não só, é o guarda-redes Lev Yashin, famosa "Aranha Negra" do Dínamo de Moscovo, cujo nome foi atribuído pela FIFA ao prémio do melhor guarda-redes nos mundiais. O Troféu Lev Yashin transformou-se mais tarde, a partir de 2010, em Luva de Ouro.

O clube do Lev Yashin (Dínamo de Moscovo), junto com Spartak, CSKA e Lokomotiv, também da atual capital russa, bem como o Zenit de São Petersburgo, continuam os mais populares na Rússia. Noutras cidades grandes, com população, regra geral, de mais de um milhão, existem equipas que gozam de apoio dos adeptos locais. Movimentações de adeptos no dia de jogo e a questão de gerir as multidões no estádio causam, esporadicamente, dores de cabeça à administração de clubes e polícia.

Adeptos e técnicos russos, sem dúvida, têm grande respeito pelo futebol português, o que foi provado pela presença de internacionais lusos em vários clubes da Rússia. Porém, o primeiro contacto direto com o futebol português remonta aos anos 60 do século passado. Foi no Mundial de Inglaterra, em 1966, que os russos, graças ao futebol, conheceram em massa, através de televisão, Portugal e a "Pantera Negra" da equipa lusa, Eusébio. Apesar de já terem conhecido, e muito bem, outros falantes da língua de Camões tais como Garrincha, Pelé, Gérson, Jairzinho e demais heróis do futebol brasileiro.

Não admira que uma canção popular russa escrita em 1968 e dedicada a futebol tenha a letra: "Vimos Pelé e Garrincha / Encontrámo-nos com o Eusébio em pessoa / O futebol não foi fácil / Vamos deixar traumas atrás / À frente vamos marcar o golo decisivo!"

Adeptos russos aguardam com uma enorme expectativa o Campeonato do Mundo na Rússia, uma oportunidade única de ver elites da modalidade todas juntas, e mantêm, naturalmente, a esperança que a equipa nacional conquiste mais vitórias a jogar no seu país.

Jornalista freelancer (Rússia) residente em Portugal

1
1