desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 13 jun 13:59

Bruno de Carvalho: "É uma tentativa de tomar o poder à força"

Bruno de Carvalho: "É uma tentativa de tomar o poder à força"

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, disse hoje, em declarações à SIC Notícias, que a Comissão de Fiscalização designada pela Mesa de Assembleia Geral é ilegítima, pelo que ...

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, disse hoje, em declarações à SIC Notícias, que a Comissão de Fiscalização designada pela Mesa de Assembleia Geral é ilegítima, pelo que não acata a suspensão preventiva e irá continuar a trabalhar normalmente.

"É uma tentativa de tomar o poder à força", disse Bruno de Carvalho, sublinhando que não o surpreendeu e que já estava a contar com esta tomada de posição.

Em causa está o anúncio da suspensão preventiva do Conselho Diretivo do Sporting, com efeitos imediatos, pela Comissão de Fiscalização designada pela Mesa de Assembleia Geral leonina, que Bruno de Carvalho não reconhece.

“O único órgão eleito legitimamente em funcionamento é o Conselho Diretivo e tomamos as nossas decisões, perante os estatutos e a lei, e as decisões são as corretas. Existe uma Comissão Transitória e de Fiscalização no Sporting que não é esta”, referiu.

Bruno de Carvalho comparou a Comissão de Fiscalização designada pela Mesa de Assembleia Geral a um pelotão de fuzilamento, com o único intento de afastar a atual direção, e desafiou-a a provar a sua legitimidade no Tribunal.

Bruno de Carvalho afirmou-se tranquilo e revelou que a Comissão Transitória e de Fiscalização real do Sporting tem nas suas mãos um pedido para a expulsão de Jaime Marta Soares e das pessoas que fazem parte das restantes comissões.

O presidente dos ‘leões’ criticou ainda ‘timing’ escolhido para o anúncio da suspensão, próximo de duas assembleias gerais que considera decisivas para o futuro do Sporting, a 17 de junho e a 21 de julho, e considerou que na segunda-feira tudo voltará à normalidade.

“Ninguém foi suspenso. Isto foi apenas para estragar o feriado. As pessoas perceberam perfeitamente que a assembleia geral do dia 17 vai ser de sucesso. São jogadas, golpadas, um ultimato de desespero”, acrescentou.

A nota de culpa emitida pela Comissão de Fiscalização designada pela Mesa de Assembleia Geral, que tem efeitos imediatos, já seguiu para os membros do Conselho Diretivo, que têm agora dez dias úteis para o contraditório, disse Rita Garcia Pereira, da Comissão de Fiscalização.

Os membros do Conselho Diretivo estão suspensos dos cargos e impedidos de entrar nas instalações, acrescentou.

Bruno de Carvalho está suspenso da presidência do Conselho Diretivo do Sporting - não tendo a Comissão de Fiscalização poder de intervenção na SAD -, cabendo à Comissão de Gestão que hoje será anunciada por Jaime Marta Soares, presidente demissionário da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, nomear um representante na SAD, da qual o clube é acionista maioritário.

1
1