visao.sapo.ptCapicua - 13 jun 08:34

Quotidiano

Quotidiano

Levar o carro ao mecânico (outra vez). Fazer Pilates. Trabalhar. Sporting em todos os canais. Gargalhadas com o Twitter. Levar a reciclagem. Anotar ideias

D.R.

Camionistas param o Brasil.” Hoje vou correr. Bloco Central na TSF. Podar as acelgas da horta que espigaram muito. Ensaio de manhã. Tratar do IRS. Governo Sombra. Comer um gelado de chocolate. Duzentos emails sobre a nova política de privacidade. Congresso do PS na rádio. Congresso do PS na televisão. Fazer lasanha vegetariana. Jantar com as amigas. Nadar. Ouvir o novo disco da Elza Soares. Deus é Mulher. Ensaio à noite. O Outro Lado na RTP3. Eutanásia. “Não deixem os velhinhos morrer.” A sério Laurinda Alves? Correr outra vez. Sentir-me um tartarugão das Seychelles com o Mário Soares às costas. Lavar a loiça. Vou comprar uma máquina de lavar a loiça. Comprei. Sem Moderação no Canal Q. Escrever. Já tenho metade do novo disco escrito. Ou será: “Já tenho metade do novo disco escrita”? A metade é feminino. Mas soa mal. Acho que estava certo. Adiante. Supermercado. Comprar paracetamol para a dor de cabeça. Correr outra vez. Ouvir o novo do J Balvin a ver se nossa senhora do reggaeton me ajuda na propulsão. Pensar num tema para a crónica. Concertos no fim de semana. Esperar. Comer mal. Andar à pressa. Desmontar. Carrinha. Casa. Regar a horta. Fazer sopa. Ir ao cinema ver o filme sobre o Eduardo Lourenço. Emocionar-me na conversa entre Eduardo Lourenço e Siza Vieira. Pensar na Morte. Achar o filme piroso. . Contar os dias para ir ver o Chico Buarque ao Coliseu. Fazer fast forward nas partes do Jorge Coelho na Quadratura do Círculo. Partilhar o cartaz dos próximos concertos nas redes sociais. Fazer scroll down. Fechar. Devia desinstalar o Instagram. Ir ao osteopata. Chove outra vez. Descobrir música nova. Rosalía no spotify durante a corrida. O que vale é este marzão. Sofro mas lavo as vistinhas. Mais uma letra. Fazer a cama. Sopa de miso. Pagar a luz. Notícias. Digitalizar slides antigos. Pensar no tempo. Ler a biografia do Caetano Veloso. Amar Caetano Veloso. Ir buscar a salada à horta. Pensar no tema da crónica. Ir ao aniversário da tia Matilde. Mousse de chocolate. Dor de barriga. Ir buscar o carro ao mecânico. Pagar o mecânico. Bloco Central. Partir o telemóvel. Mais concertos. Ainda bem. Governo Sombra no quarto de hotel. Regressar. Rasurar a agenda. Admirar as flores do maracujá. Escrever mais. Eixo do Mal. Mandar o telemóvel para arranjar. Responder a emails. Pensar no tema da crónica!!! Fazer pizza de domingo. Adormecer no sofá. Dor no pescoço. Marcar osteopata outra vez. Trabalhar no disco. Repensar. Consultar as notas. Avançar. Caril de grão. Ir ao dentista. Responder a mensagens do Facebook. Repensar o Facebook. Sonhar com as férias. Comprar papel higiénico. Sem Moderação no podcast. Correr no parque da cidade. Sentir que o fato de treino me fica mal. Sorrir. Emails. Telefonemas. Dizer que não. Contar os dias para ir ver a Amy Shumer ao cinema. Tomar banho com o rádio ligado. Começar a ficar preocupada por não ter tema para a crónica. Não ver a Quadratura do Círculo. Trabalhar numa letra até às quatro da manhã. Acordar tarde. Iogurte. Vou nadar mais logo. Emails. Tirar a roupa da corda. Não passar a ferro. Dobrar. Arrumar tudo. O tempo que se perde com isto. Pensar na passagem do tempo. Reunião. Trânsito. Comer sardinhas. Senhor de Matosinhos. Escolher um manjerico pela rima. Não comer farturas. Não andar nos carrinhos de choque. Ficar muito tempo a admirar as figurinhas de cerâmica de Barcelos. Dormir. Perder a meia do pé esquerdo no fundo da cama. Torrada ao pequeno-almoço. Ainda não tenho tema. Escrever mesmo assim.

(Crónica publicada na VISÃO 1318 de 7 de junho)

1
1