www.vidaeconomica.ptvidaeconomica.pt - 1 jun 14:40

Bean Ready vence prémio Ecotrophelia Portugal

Bean Ready vence prémio Ecotrophelia Portugal

‘Bean Ready’. Uma feijoada vegetariana, pronta-a-comer, rica em fibra, proteína, com baixo colesterol e confecionada com produtos tradicionais portugueses ganhou a edição de 2018 do prémio Ecotrophelia Portugal.
A equipa que criou a ‘Bean Ready’ é composta por quatro alunas universitárias: três do primeiro ano de mestrado em Engenharia Alimentar da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica do Porto (ESB-UCP) e uma do primeiro ano de mestrado em Gestão da Universidade do Minho (UM). As vencedoras vão agora representar Portugal na competição europeia do prémio Ecotrophelia na feira SIAL Paris, em França, em outubro. Foram apanhadas de surpresa pela “Vida Económica” mal saíram do palco após receberem o prémio e dizem que não têm ainda em mente como vão transformar em negócio esta ideia premiada. Mas todas manifestaram uma certeza: “isto é para andar para a frente”.  Patrícia Soares fala em nome das colegas. Não esconde a satisfação nem mesmo o facto de chegar até aqui ter sido “um pouco difícil”, implicando “‘deadlines’ muito apertadas”, como referiu Manuela Vaz Velho, administradora da PortugalFoods. A aluna garante, contudo, que vão tirar partido do trabalho da “equipa multidisciplinar” que tiveram de criar para conceberem o produto, a marca, o ‘packaging’ e o plano de negócios para o ‘Bean Ready’. “É muito gratificante este prémio”, diz, ciente de que o caminho passa agora por concluir o mestrado e efetuar “diligências” para promover o conceito e transportá-lo para o prato dos consumidores. Além do primeiro prémio, o júri, liderado pela APCER e que contou com um painel de peritos provenientes de parceiros do setor agroalimentar português e internacional (Direção-Geral da Saúde, Aveleda, DoctorGummy, Frulact, Nata Pura e University College Cork), atribuiu o segundo prémio à ‘Leguté’. A equipa, constituída por quatro alunos do mestrado em Biodiversidade e Biotecnologia Vegetal do Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, concebeu uma gama composta por três variedades de patês – feijão, ervilha e tremoço – 100% naturais, ricos em proteína, fibra, vitaminas e antioxidantes e com baixo teor de gordura e zero colesterol.  O terceiro prémio e a menção honrosa foram ambos entregues à equipa ‘Drechies Salt&Dreche’, constituída por alunos da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e da Escola de Arquitetura da Universidade do Minho. Os alunos desenvolveram um ‘snack’ salgado, composto por ‘dreches’ – resíduos da fabricação de cereais – e especiarias, estas consideradas “o primeiro o elemento inovador deste produto”. 
1
1