observador.ptobservador.pt - 18 mai 08:55

Jovem cigana raptada pelo pai, obrigada a casar e violada por “marido”

Jovem cigana raptada pelo pai, obrigada a casar e violada por “marido”

Uma rapariga cigana de 18 anos foi raptada pelo pai, obrigada a casar com um homem e ainda obrigada pelos "sogros" a mendigar em Coimbra. Seis pessoas foram detidas pela PJ.

Uma jovem de 18 anos, que foi raptada pelo pai e obrigada a casar com um homem a quem estava “prometida”, foi resgatada pela Polícia Judiciária, no âmbito de uma operação policial que levou à detenção de seis pessoas suspeitas dos crimes de rapto, casamento forçado e violação.

Os crimes ocorreram no Natal de 2017, avança ainda o comunicado da PJ. Segundo o Jornal de Notícias, a jovem tinha sido retirada à família e estava a viver numa instituição em Braga, quando foi raptada pelo pai, que estava em saída precária, para casar com um homem a quem, de acordo com os costumes ciganos, tinha sido “prometida” — também ele em saída precária. O indivíduo obrigou-a a manter relações sexuais durante um mês, o tempo que estiveram a viver juntos em Aveiro.

Quando o homem foi novamente detido, a jovem mais uma vez raptada pelos pais do “marido”, que a obrigaram a fazer trabalhos domésticos e a pedir dinheiro pelas ruas de Coimbra, que era obrigada a entregar aos “sogros”.

A PJ acabou por resgatar a jovem e colocou-a a viver num “local reservado e diferente da residência habitual por razões de segurança”, lê-se no comunicado.

As seis pessoas detidas são os pais do “marido” e quatro familiares da jovem — o pai e o “marido” já se encontram na prisão. Todos tinham antecedentes criminais e já tinham cumprido pena de prisão por outros crimes.

1
1