www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 18 mai 12:17

Horta Osório identifica três fatores com os quais Portugal tem de "ter cuidado"

Horta Osório identifica três fatores com os quais Portugal tem de "ter cuidado"

O presidente do LLoyds identificou três fatores principais com os quais Portugal tem de "ter cuidado".

Para António Horta Osório, existem três fatores principais com os quais Portugal tem de “ter cuidado”: o setor bancário, o nível elevado da dívida total do país e a demografia.

No setor bancário, “houve progresso significativo em termos de desalavancagem” mas ainda há trabalho a fazer, disse o presidente executivo do Lloyds.

O segundo cuidado a ter é a “complacência” em relação à questão da dívida do país, dado que é expectável uma subida futura das taxas de juro. “Aconselharia a não ser complacentes”, afirmou Horta Osório na Money Conference, que decorre esta sexta-feira em Lisboa.

“Temos um período importante para reduzirmos o peso da dívida pública mas também da dívida das empresas e das famílias porque estamos muito sujeitos e fragilizados se houver uma subida das taxas de juro”, afirmou.

A terceira questão que Portugal tem de ter em atenção é um tema de que “quase não se fala nada”: a demografia.

“Vamos ter uma descida de 15% da população”, avisou, alertando para as implicações que essa tendência trará.

Disse que nos próximos 30 anos o rácio de dependentes em Portugal “vai subir brutalmente e vai atingir mais do que um dependente para cada trabalhador”. “É uma situação dramática a prazo” que requer “medidas estratégicas do governo e dos partidos”.

Propõe que deve haver uma estratégia para “voltar a atrair os portugueses que saíram devido à crise”, deve manter-se a política de atrair imigração – não portugueses – com uma revisão do regime atual. E sugere medidas “estruturais e estratégicas” de apoio à natalidade, com benefícios fiscais e com apoios a mães e pais, para que possam ficar em casa com os filhos e manter os seus empregos.

1
1