observador.ptobservador.pt - 18 mai 11:29

Homem abriu fogo no resort de Donald Trump em Miami. Estava “a gritar e a cuspir informação sobre o Presidente”

Homem abriu fogo no resort de Donald Trump em Miami. Estava “a gritar e a cuspir informação sobre o Presidente”

Um homem abriu fogo num resort de Donald Trump na madrugada desta sexta-feira. Envolveu-se num tiroteio com as autoridades, mas foi neutralizado e acabou detido. Não se registaram feridos.

Um homem abriu fogo durante a madrugada desta sexta-feira num resort de golfe de Donald Trump, em Miami. Por volta da 1:30 da manhã (6:30 em Portugal continental), um indivíduo entrou no Trump National Doral Golf Club “a gritar e a cuspir informação” sobre o Presidente dos Estados Unidos, tendo depois disparado tiros de arma de fogo.

De acordo com a CNN, quando as autoridades chegaram ao local o homem estava no lobby do hotel, ainda armado, e tinha dobrado uma bandeira dos Estados Unidos em cima do balcão da receção. O alarme de incêndio estava ativado – o que, de acordo com a polícia de Miami, foi uma manobra para chamar as autoridades para o lobby.

Polícia e atirador envolveram-se num tiroteio que só terminou quando as autoridades atingiram o indivíduo nas extremidades inferiores, sendo depois detido. Tirando o atirador, não se registou qualquer ferido. Ainda que não consiga avançar já com um provável motivo, a polícia de Miami não exclui qualquer possibilidade, “incluindo terrorismo”.

O Trump National Doral Golf Club é um resort de golfe, mesmo à saída de Miami, que se estende por 2.000 metros quadrados. Até ao ano passado, recebia anualmente uma etapa do circuito internacional de golfe.

1
1