www.publico.ptpublico.pt - 17 mai 18:48

EUA. Dez crianças "torturadas" pelos pais numa segunda "casa dos horrores" na Califórnia

EUA. Dez crianças "torturadas" pelos pais numa segunda "casa dos horrores" na Califórnia

Um dos filhos do casal escapou à família e alertou as autoridades. Pais estão detidos mas refutam acusações de que infligiam abusos físicos, como waterboarding e queimaduras com água a ferver.

Dez crianças, com idades entre os quatro meses e os 12 anos, foram encontradas numa casa na localidade de Fairfield, a Norte de São Francisco, na Califórnia, sob condições abusivas que o Ministério Público qualificou como "tortura".

Os menores eram alegadamente submetidos, pelos pais, a castigos que incluíam afogamento simulado (waterboarding), disparos de armas e queimaduras com água a ferver, de acordo com as autoridades californianas citadas pelo jornal El País. A mãe das crianças, Ina Rogers, de 31 anos, e o marido, Jonathan Allen, de 29 anos, foram acusados de abuso e maus-tratos e encontram-se detidos. O casal foi a julgamento no Tribunal Superior do Condado de Solano, na Califórnia, nesta quarta-feira.

O caso foi descoberto depois de o filho mais velho do casal, de 12 anos, ter conseguido fugir de casa. Após a polícia ter sido notificada do desaparecimento, a 31 de Março, o menor foi localizado. Foi então que as autoridades procederam a uma inspecção para avaliar as condições em que o jovem vivia e encontraram outras nove crianças a viverem em sem condições de higiene e segurança. Os menores foram resgatados pelas autoridades e estão agora sob protecção dos serviços sociais. 

"Estamos horrorizados com o que nos contaram as crianças", disse Sharon Henry, procuradora do Condado de Solano, citada pela CBS News, acrescentando que, segundo os testemunhos, acredita que "houve [formas de] tortura naquela casa". Os pais encontram-se agora detidos e são acusados de negligência e abuso infantil e de actos de tortura. Ambos negam as alegações. Foi aberta uma investigação pelas autoridades, juntamente com o Departamento de Violência Doméstica da polícia de Fairfield, que revelou um "longo historial de graves abusos físicos e emocionais nas crianças".

"As crianças eram constantemente espancadas, estranguladas, mordidas, atacadas com armas como arcos ou espingardas, espancadas com paus e bastões, submetidas ao afogamento simulado e derramavam água a ferver sobre elas", afirmou a procuradora do Condado de Solano, Veronica Juarez, num dos documentos apresentados em tribunal citada pela revista Time. Os abusos terão começado em 2014, de acordo com os depoimentos dos menores.

Este caso vem a público depois de as autoridades terem descoberto um caso semelhante, em Janeiro, na cidade de Perris, na Califórnia. David e Louise Turpin foram acusados de manterem os seus 13 filhos em cativeiro, assim como de maus tratos e práticas de tortura, naquela que foi denominada a "casa dos horrores".

1
1