rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 17 mai 23:10

Eduardo Barroso defende Bruno de Carvalho, mas pede a sua demissão

Eduardo Barroso defende Bruno de Carvalho, mas pede a sua demissão

O antigo presidente da Assembleia Geral salienta que o Sporting precisa, agora, de um presidente pacificador, coisa que admite que Bruno não tem condições para ser.

Eduardo Barroso foi o primeiro a defender Bruno de Carvalho publicamente, em entrevista à SIC Notícias. Não obstante, o antigo presidente da Assembleia Geral do Sporting considera que o presidente leonino já não tem condições para continuar ao leme do clube.

"Sporting precisa de um presidente que sare as feridas com os ativos desportivos, treinador e jogadores. Bruno de Carvalho, neste momento, não tem essas condições. Devíamos dar-lhe a oportunidade para chegar a essa conclusão. Devia afastar-se provisória ou definitivamente", afirmou o antigo dirigente leonino.

Contudo, Barroso destacou que "Bruno de Carvalho fez uma recuperação notável" do clube, a nível financeiro e de competitividade no futebol.

O antigo dirigente do Sporting rejeitou veementemente a ideia de Bruno estar por trás das agressões em Alcochete: "Ele não é culpado, porque não é o mandante. É impensável!"

Quanto à operação "Cashball", que investiga caso de alegada corrupção no futebol e no andebol dos leões, Eduardo Barroso aproveitou para lançar um "dardo" ao Benfica. "Tenho a esperança que algum gabinete de crise tenha inventado a situação da corrupção", atirou.

1
1