desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 17 abr 17:28

Miguel Ángel López vence segunda etapa da Volta aos Alpes, Sosa novo líder

Miguel Ángel López vence segunda etapa da Volta aos Alpes, Sosa novo líder

Amaro Antunes (CCC Sprandi Polkowice), único ciclista português em prova, voltou a correr com os melhores até aos últimos dois quilómetros da etapa.

O ciclista colombiano Miguel Ángel López (Astana) venceu hoje a segunda etapa da Volta aos Alpes, no alto de Fiemme, Itália, com o compatriota Iv��n Sosa (Androni-Sidermec-Botecchia) a assumir a liderança da classificação geral individual.

López, de 24 anos, cortou a meta ao fim de 3:56.30 horas, no final de 145,5 quilómetros entre Lavarone e o alto de Alpe di Pampeago, triunfando sobre um grupo reduzido de favoritos, entre eles o novo líder da geral, Ivan Sosa, terceiro na etapa, o francês Thibaut Pinot (Groupama-FDJ), segundo, e o britânico Chris Froome (Sky), quarto classificado.

Foi a segunda vitória consecutiva da Astana na prova, depois do espanhol Pello Bilbao se ter imposto na primeira etapa, numa ‘dobradinha’ em que o compatriota Luis Leon Sánchez ocupou o segundo posto.

À semelhança de Bilbao, no primeiro dia, também López dedicou a vitória ao italiano Michele Scarponi, que, em 2017, a correr pela Astana, morreu em 22 de abril, um dia depois de terminar esta prova no quarto lugar da geral final, tendo vencido então a primeira etapa.

Já Sosa, o novo líder da geral, continua a dar boas indicações, uma vez que, aos 20 anos, lidera a prova de ‘ranking’ mais elevado da carreira, num ano de 2018 em que foi sexto na corrida de uma semana Colombia Oro Y Paz, sendo apontado como um dos jovens grandes valores do pelotão internacional.

Amaro Antunes (CCC Sprandi Polkowice), único ciclista português em prova, voltou a correr com os melhores até aos últimos dois quilómetros da etapa, quando acabou por ficar para trás face aos favoritos, cortando a meta no 21.º lugar, a 1.30 minutos de López.

Na quarta-feira, os ciclistas enfrentam uma ligação de 138,3 quilómetros entre Ora e Meran, com duas contagens de montanha, uma de primeira e outra de terceira categoria, na segunda metade do percurso.

1
1