www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 17 abr 17:00

Portugal melhora mas é o quinto país que menos cresce na Zona Euro para o FMI

Portugal melhora mas é o quinto país que menos cresce na Zona Euro para o FMI

França, Grécia, Bélgica e Itália são os únicos países da Zona Euro que, segundo o FMI, crescerão menos do que Portugal.

A economia portuguesa deverá crescer, em 2018, 2,4%, segundo o novo "World Economic Outlook" do Fundo Monetário Internacional. A mesma expansão é projectada para a Zona Euro. Contudo, Portugal é o quinto país que menos crescerá na região.

Itália e Bélgica, com 1,5% e 1,9%, são os países que surgem com taxas de crescimento estimadas mais baixas, no "World Economic Outlook" publicado esta terça-feira, 17 de Abril. Seguem-se a Grécia, com 2%, e França, com 2,1%.

Com apenas uma décima acima de Portugal é a Alemanha que se destaca. Os restantes países têm taxas estimadas entre 2,6% para Finlândia e Áustria e 5,7%, projectada para Malta.

Na Zona Euro, o crescimento médio previsto pela autoridade presidida por Christine Lagarde ascende a 2,4%. Em Janeiro, quando tinha feito uma actualização do seu "World Economic Outlook", a previsão apontava para 2,2% em 2018.

Aliás, no último trimestre, houve uma revisão em alta de diversas economias, como Alemanha e Itália, mas o destaque é de Espanha: o ritmo de crescimento passou de 2,4% para 2,8%. Portugal também beneficiou dessa revisão em alta: de 2,2%, a projecção é agora de 2,4%.

Em Outubro, no último "Outlook", Portugal era já a quinta economia a marcar a variação menos positiva. O que se confirma seis meses depois.

Fora da união monetária, os Estados Unidos marcam um crescimento do produto interno bruto de 2,9% em 2018 e de 2,7% no próximo ano, duas décimas acima, nos dois casos, em relação às projecções de Janeiro.

O FMI está mais optimista em relação às economias avançadas do que às economias emergentes: aliás, América Latina, Médio Oriente e África Subsariana são regiões em relação às quais o Fundo mostra algumas preocupações.

1
1