www.publico.ptpublico.pt - 16 abr 12:43

I Liga. Final louco de campeonato para as quatro equipas da frente

I Liga. Final louco de campeonato para as quatro equipas da frente

FC Porto está em vantagem mas o título continua a ser uma possibilidade para Benfica, Sporting e Sp. Braga. E há um Sporting-Benfica por jogar, que pode definir arrumação no topo da tabela.

O desfecho da 30.ª jornada da I Liga abriu caminho para uma ponta final de campeonato escaldante para os quatro clubes no topo da tabela (FC Porto, Benfica, Sporting e Sp. Braga, por esta ordem). Oito pontos separam o primeiro do quarto classificado, o que significa que matematicamente qualquer um dos emblemas pode manter vivas as aspirações de chegar ao título nacional. E quando o calendário restante ainda inclui um Sporting-Benfica, por exemplo, a perspectiva é a de uma recta final de loucos.

A vitória de domingo do FC Porto no Estádio da Luz (1-0), aliada ao suado triunfo do Sporting no Restelo (4-3) no mesmo dia, permitiu aos "dragões" reconquistar o primeiro lugar ao Benfica, que ficou com o principal rival lisboeta, Sporting, a três pontos de distância. No campeonato dos treinadores, Sérgio Conceição ficou com dois pontos de vantagem sobre Rui Vitória e cinco sobre Jorge Jesus, mas como o próprio salientou, na Luz ganhou apenas "um jogo importante" e a actual distância pontual não permite mais festejos. Na sexta-feira, o Sp. Braga atropelou o Paços de Ferreira (5-1), revelando boa forma e eficácia quando há 12 pontos por disputar e o primeiro lugar fica a oito pontos.

Na Luz, o golo de Héctor Herrera no final da partida pôs o FC Porto numa posição vantajosa: soma mais dois pontos que o Benfica, mas que, na prática, equivalem a três pontos, porque em caso de igualdade pontual, os portistas levam vantagem no confronto directo (primeiro critério de desempate) – na primeira volta, no estádio do Dragão, o resultado foi um empate sem golos. 

Neste contexto, a equipa orientada por Sérgio Conceição precisa de conquistar dez dos 12 pontos ainda em disputa para garantir o título e interromper a série triunfante do Benfica, que garantiu o tetracampeonato na época transacta. Mesmo que os "encarnados" vençam os quatro jogos em falta, os dez pontos colocariam os "dragões" a salvo, sendo que jogarão ainda com o actual 13.º classificado, o Vitória de Setúbal (casa), Marítimo (5.º classificado, fora), Feirense (18.º e último da tabela, casa) e, na última jornada, com o Vitória de Guimarães (nono, fora).

Pelo contrário, a derrota de domingo frente ao FC Porto deixa o Benfica dependente de um "tropeção" do líder da classificação, ficando ao mesmo tempo obrigado a vencer os quatro jogos em falta, para poder chegar ao inédito pentacampeonato. 

Será uma missão exigente, tendo em conta o calendário dos comandados de Rui Vitória. Para além dos encontros com Estoril (fora) – 17.º e penúltimo da tabela e que derrotou o Sporting no seu estádio António Coimbra da Mota –, as "águias" medirão forças com Tondela (12.º, casa) e Moreirense (14.º, casa) e têm de deslocar-se a Alvalade, na penúltima jornada. Será um derby lisboeta que não só pode contribuir para a decisão do título como também pode definir os segundo e terceiro lugares.

Depois de vencer o Belenenses por 4-3, num jogo louco no domingo à noite – golos de Yebda, Licá e Fredy para os "azuis", e de Bas Dost, Gelson, Acuña e Bruno Fernandes para os "leões" – e de ver o Benfica derrotado frente ao FC Porto, o Sporting fica a depender apenas de si próprio para chegar ao segundo lugar – e à Liga dos Campeões –, sem esquecer que o título ainda é uma possibilidade matemática.

A equipa de Jorge Jesus está a três pontos do Benfica e, em caso de vitória a 5 de Maio, no Estádio de Alvalade, pode ultrapassar os "encarnados". Antes do derby, o Sporting defronta o Boavista (8.º casa) e o Portimonense (10.º, fora), fechando a participação na Liga NOS 2017/2018 na Madeira, frente ao Marítimo (quinto da tabela).

As contas incluem igualmente o Sp. Braga. Após a vitória frente ao Paços de Ferreira, por 5-1, o grupo às ordens de Abel Ferreira fica a três pontos do Sporting – com vantagem sobre os "leões" no confronto directo – e a seis do Benfica. Os bracarenses jogam com Marítimo (5.º, casa), Belenenses (11.º, fora), Boavista (8.º casa) e Rio Ave (6.º, fora).

Calendário completo dos primeiros quatro classificados da Liga NOS

FC Porto

  • 23 de Abril – V. Setúbal (casa)
  • 29 de Abril – Marítimo (fora)
  • 6 de Maio – Feirense (c)
  • 13 de Maio – V. Guimarães (f)

Benfica

  • 21 de Abril – Estoril (f)
  • 29 de Abril – Tondela (c)
  • 5 de Maio – Sporting (f)
  • 13 de Maio – Moreirense (c)

Sporting

  • 22 de Abril – Boavista (c)
  • 29 de Abril – Portimonense (f)
  • 5 de Maio – Benfica (c)
  • 13 de Maio – Marítimo (f)

Sp. Braga

  • 20 de Abril – Marítimo (c)
  • 29 de Abril – Belenenses (f)
  • 4 de Maio – Boavista (c) 
  • 13 de Maio – Rio Ave (f)

À perspectiva de uma ponta final de campeonato absolutamente electrizante acresce ainda um clássico na Taça de Portugal, que também ele contribui para semanas imperdíveis no futebol nacional. Sporting e FC Porto jogam na próxima quarta-feira o acesso à final do Jamor. Os "dragões" visitam Alvalade com uma vantagem de 1-0, alcançada na primeira mão das meias-finais, jogada em Fevereiro.

1
1