www.publico.ptpublico.pt - 14 mar 21:50

EUA. Republicanos e democratas aprovam pacote contra a violência nas escolas

EUA. Republicanos e democratas aprovam pacote contra a violência nas escolas

Num raro voto de consenso entre republicanos e democratas, o Congresso aprovou o aumento do financiamento de programas de segurança em escolas, um mês após o tiroteio em Parkland, na Florida — e no dia em que milhares saíram à rua nos EUA para protestar contra o lóbi das armas.

A Câmara dos Representantes do Congresso norte-americano aprovou, esta quarta-feira, o aumento do financiamento federal de programas de promoção de segurança nas escolas e de prevenção de actos de violência com armas de fogo, o STOP School Violence Act. A lei foi aprovada pelo Congresso exactamente um mês depois do tiroteio de Parkland, na Florida, que fez 17 mortos, e no dia em que milhares de norte-americanos saíram às ruas para protestar contra a violência. Falta agora o "sim" do Senado.

A lei foi contou com o apoio dos republicanos e dos democratas, passando com 407 votos a favor e 10 contra — um voto bipartidário “raro”, como classifica a Reuters. No entanto, apesar do aparente consenso, vários democratas expressaram insatisfação pela não inclusão no pacote legislativo de medidas de controlo de armas de fogo, uma das suas maiores exigências ao longo do último mês. “Estamos a fazer de conta que estamos a agir, enquanto asseguramos à NRA [Associação Nacional de Armas, o poderoso lóbi de armas] que não estamos a fazer nada”, disse o representante democrata Steny Hoyer, do estado do Maryland, à CNN.

A lei agora aprovada prevê mais sessões de formação para professores, funcionários escolares e elementos das forças de autoridade sobre temas como a saúde mental. Também está prevista uma verba para a criação de um sistema anónimo de denúncia de ameaças de ataques com armas. O fundo federal para a aplicação desta lei irá contar com 50 milhões de dólares. De acordo com a Reuters, esse dinheiro não será usado para armar professores e outros funcionários escolares, como queria o Presidente Donald Trump.

A proposta de lei passa agora para as mãos do Senado, incumbido de a aprovar ou rejeitar. A Casa Branca afirmou que o Presidente Donald Trump assinará o diploma após a aprovação no Congresso.

Ao longo desta quarta-feira, milhares de estudantes e funcionários de escolas e universidades norte-americanas saíram à rua para pedir mais restrições à venda de armas de fogo. Às 10h da manhã (14h em Lisboa), assinalaram-se 17 minutos de silêncio em homenagem às vítimas do tiroteio, cumpridos nos diferentes fusos existentes nos EUA pelos milhares de pessoas que aderiram ao apelo. 

1
1