observador.ptobservador.pt - 14 mar 18:11

Serviços de Turismo de Macau realizam ações de formação para técnicos de países lusófonos

Serviços de Turismo de Macau realizam ações de formação para técnicos de países lusófonos

Cerca de 30 funcionários governamentais de turismo de países lusófonos vão participar, entre março e julho próximo, em três ações de formação na área, em Macau, foi anunciado.

Cerca de 30 funcionários governamentais de turismo de países lusófonos vão participar, entre março e julho próximo, em três ações de formação na área, em Macau, foi anunciado esta quarta-feira.

De acordo com a informação publicada no ‘site’ do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Fórum Macau), as três ações vão ter uma duração de duas semanas cada. Um segundo grupo deverá chegar em maio e um terceiro em julho.

O primeiro grupo, com participantes de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, começou já na segunda-feira e vai estagiar em vários departamentos da Direção dos Serviços de Turismo (DST), e dois dias de seminários no Instituto de Formação Turística (IFT) sobre eficácia na gestão de atrações turísticas, comportamento dos consumidores e criação da imagem de marca dos destinos.

O programa, organizado pela DST em cooperação com o Fórum Macau, inclui ainda visitas “a infraestruturas turísticas, património histórico e cultural e outras atrações” do território, indicou.

Através do programa de formação, a DST pretende reforçar a aprendizagem mútua e o intercâmbio na área do turismo entre Macau e os países lusófonos, contribuindo para a formação e desenvolvimento de competências dos recursos humanos do setor dos países envolvidos, de acordo com o objetivo de transformar Macau num centro mundial de turismo e lazer e numa plataforma de serviços para a cooperação comercial entre a China e os países de língua portuguesa.

Entre 2012 e 2017, a DST prestou formação a 130 funcionários governamentais de turismo de países de língua portuguesa.

Em 2010, a DST assinou memorandos de entendimento para cooperação em matéria de turismo com Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique, em 2013 com Timor-Leste, e em 2015 com Angola.

Em 2016, a secretaria para os Assuntos Sociais e Cultura do Governo da Região Administrativa Especial de Macau assinou um protocolo de cooperação no domínio do Turismo com o Ministério da Economia de Portugal.

1
1