www.computerworld.com.ptcomputerworld.com.pt - 14 mar 14:59

Cisco incide nas SD-WAN baseada em aquisições

Cisco incide nas SD-WAN baseada em aquisições

Novas ofertas do fabricante recorrem a software desenvolvido pela Viptela e Meraki, para melhorar o desempenho das aplicações e planear a alocação de largura de banda.

A Cisco apresentou na semana passada novos pacotes de software para ajudar a gerir redes WAN definidas por software (Software Defined-WAN). A aplicação vAnaytics nasce da herança da Viptela, e o Meraki Insight, do legado da Meraki. 

Estas estruturas são tipicamente feitas de diversas redes e tecnologias muitas vezes fora do controlo do departamento de TI. Com o aumento do uso de serviços fornecidos por múltiplas clouds e a complexidade tradicional da WAN aumentada, defende a Cisco.

O fabricante cita um estudo recente da IDC que descobriu que quase três em 10 organizações consideram que as interrupções de serviço de rede são as principais preocupações sobre as WAN. A mesma proporção diz que precisa de melhor visibilidade e capacidade de análise para gerir o desempenho de aplicações e redes.

Para resolver alguns desses desafios, a Cisco propõe a SD-WAN vAnalytics, aplicação em SaaS para recolha de sobre as SD-WAN. Permitirá, diz o fabricante, identificar e corrigir problemas de comunicação mais rapidamente, avaliar o desempenho das aplicações e supervisionar a alocação de largura de banda.

Com a vAnalytics os clientes podem antever, por exemplo, como a introdução de câmaras de segurança com conectividade IP ou do Office 365 em filiais poderá afectar a WAN, garante a Cisco.

Servirá ainda para prever como as mudanças nas políticas de rede podem afectá-la.

Os clientes podem determinar, por exemplo, como a introdução de câmaras de segurança com conectividade IP ou do Office 365 em filiais poderá afectar a WAN, garante Kiran Ghodgaonkar gestor de marketing, da Cisco. O vAnaytics poderá ajudar as empresas a identificarem pontos de dificuldade, assim como as mudanças de política ou largura de banda necessárias.

O software vAnalytics constitui um pacote que a Viptela estava a desenvolver, no Verão passado, quando a Cisco adquiriu a empresa por 610 milhões de dólares. O fabricante adquirido tem uma oferta de SD-WAN baseada em cloud computing com a qual suporta fluxos de encaminhamento através do router vEdge, segmentações de rede e recursos de segurança, para interligar redes corporativas.

A tecnologia da Viptela, como a vAnalytics, ganha maior importância conforme é introduzida nos próprios produtos da Cisco para SD-WAN, conhecidos como Intelligent WAN ou IWAN. No momento da venda, por exemplo, a Cisco disse que iria alocar “recursos de engenharia significativos para trazer as soluções SD-WAN de nova geração para o mercado”. Para atender a esse objectivo, a Cisco disse que usaria a integração gradual da tecnologia ao longo de 12 a 24 meses:
‒ a Cisco continuará a apoiar e investir na solução Viptela SD-WAN, incluindo os routers Viptela vEdge (Fase 1);
‒ os recursos da Viptela serão incorporados nas plataformas de routing corporativas da Cisco existentes (Fase 2);
‒ a plataforma de gestão em cloud, da Viptela, será integrada no Cisco DNA Center (Fase 3);

Cisco expande painel de controlo da Meraki

A segunda parte do lançamento realizado na semana passada foi dirigida à base instalada de outra aquisição da Cisco: a da Meraki, comprada em 2012, por 1,2 mil milhões de dólares. A Meraki oferece capacidades de SD-WAN e gestão unificada de recursos de cloud, de dispositivos móveis, PC e outros componentes em rede a partir de um painel de controlo centralizado.

A Cisco expandiu esse painel e anunciou o Meraki Insight. Segundo a empresa é uma ferramenta para ajudar os clientes a identificarem e solucionarem problemas de SD-WAN e problemas de desempenho, mais rapidamente.

Os utilizadores interessados precisarão de um dispositivo de segurança Meraki MX, que inclui uma série de recursos, como uma firewall, sistema de prevenção de intrusão e suporte a SD-WAN.

A Cisco disse que o Meraki Insight requer também uma sistema de recolha de dados e sugere a actualização da plataforma Meraki MX para funcionar como tal. Mas será necessário activar uma nova licença Meraki Insight.

A ideia é oferecer visibilidade ao departamento de TI sobre as tendências de desempenho de uma aplicação específica ao longo do tempo. Permitirá antever com precisão onde e quando alguns problemas começarão a ter impacto nas operações de utilizadores finais, afirma a Cisco.

O vAnalytics já está disponível através licença da Cisco para SD-WAN. A Cisco Meraki Insight deverá estar disponível no terceiro trimestre, com uma licença individualizada, informou a empresa.

 Por IDGNS Tags
1
1