desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 14 mar 22:49

Girabola: Kuando Kubango FC "mostra" credibilidade em casa

Girabola: Kuando Kubango FC "mostra" credibilidade em casa

A jogar em casa e com apoio dos adeptos, o Kuando Kubango Futebol Clube venceu, no Estádio municipal de Menongue, o Recreativo da Caála, por 2-0, em jogo ...

A jogar em casa e com apoio dos adeptos, o Kuando Kubango Futebol Clube venceu, no Estádio municipal de Menongue, o Recreativo da Caála, por 2-0, em jogo da 6ª jornada do Girabola2018, depois de ter sofrido três derrotas consecutivas nas jornadas anteriores.

A equipa, fruto da credibilidade mostrada e ávida de autenticar que “em casa mandam os donos”, beneficiou do primeiro pontapé de canto aos dois minutos.

Neste período, a equipa do Kuando Kubango Futebol Clube assumia todas as despesas do jogo, porquanto o jogo coletivo e maior entrosamento dos jogadores foram a tónica dominante.

Aos seis minutos, depois da cobrança de um livre indirecto bem estudado, Edgar aproveitou bem o passe de Cassinda, já no interior da área do Guarda-redes, e apontou a contar pela primeira vez para o Kuando Kubango Futebol Clube.

O Caála despertou aos 12 minutos quando, na tentativa de resposta, Dudo Leite atirou a centímetros da barra da baliza defendida por Boneco.

A partir dali, o equilíbrio passou a ser a tónica dominante do jogo, com sinal mais da Caala, cujos dianteiros cometiam excessivos falhanços. O resultado de 1-0 a favor dos donos da casa manteve-se até ao intervalo.

Na segunda parte, quando se esperava pela reacção dos “caálecenses”, foi a equipa do Kuando Kubango que entrou determinada a “fechar o cachão”, protagonizando jogadas combinadas e não dando hipóteses para a organização e saída ao ataque à equipa adversária.

Para piorar a actuação da turma proveniente do planalto central, Gudy é admoestado com a cartolina vermelha, aos 55 minutos, por endereçar palavras não recomendáveis à árbitra do encontro, Tânia Duarte, que este sempre muito bem sincronizada com as suas assistentes, no ajuizamento das jogadas.

Um minuto depois, isto é, aos 56 minutos, Paulucho, num momento de inspiração, rematou de fora da área, concretizando o segundo golo para a tranquilidade do conjunto.

A partir daí, o Kuando Kubango baixou as suas linhas e deu iniciativa aos “Caálenses”, que tudo faziam para visar a baliza de Rochana, enquanto assistiam os pupilos locais a saírem em contra-ataques rápidos.

Até ao apito final, o resultado manteve-se 2-0 a favor Kuando Kubango Futebol Clube.

1
1