www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 14 mar 16:51

Farfetch e Harvey Nichols anunciam parceria

Farfetch e Harvey Nichols anunciam parceria

A retalhista e a startup portuguesa assinaram um acordo de vários anos.

A Harvey Nichols, grupo internacional de lojas departamento de luxo vai ser a primeira loja departamento a juntar-se à plataforma logística e de e-commerce da Farfetch. Foi assinado entre a retalhista e a tecnológica portuguesa um acordo global de vários anos.

Será possível comprar produtos da Harvey Nichols a partir de qualquer lugar do mundo e beneficiar dos serviços da Farfetch, incluindo devoluções em loja e entregas no próprio dia. O lançamento está previsto para o segundo semestre de 2018.

As duas empresa vão também explorar iniciativas de retalho e tecnologia no Reino Unido. “Sempre admirei a Harvey Nichols por ser uma empresa que desafia pensamentos e práticas de retalho estabelecidas”, refere o fundador e CEO da Farfetch, José Neves, em comunicado. “A Farfetch está a provar que é a verdadeira plataforma tecnológica para toda a industria de moda de luxo”, adianta a co-chair do conselho de administração da Farfetch, Natalie Massenet.

Leia também: Farfetch vai abrir novo pólo de tecnologia em Braga e está a recrutar

Também o chairman e proprietário da retalhista de luxo líder mundial se mostra satisfeito com o entendimento. “Esta parceria demonstra o compromisso da Harvey Nichols em abraçar a vanguarda da tecnologia digital, criando um modelo para o futuro”, afirma.

A Harvey Nichols foi fundada em 1831 e tem lojas em Londres, Birmingham, Edimburgo, Manchester, Leeds, Bristol, Dublin, na República da Irelanda, Hong Kong, Dubai, Riad, Kuwait, Istambul, Ancara e uma loja dedica a produtos de beleza em Liverpool.

A Farfetch, fundada em 2008 por José Neves, é uma plataforma online de compras de marcas de luxo, representando mais de 100 designers e com parceiros em 38 países. A empresa deverá entrar na bolsa ainda este ano depois de fechar um negócio de distribuição com a Burberry e iniciativas no digital com a casa de moda Chanel. A stratup portuguesa contratou os bancos JPMorgan e Goldman Sachs para liderar uma oferta pública inicial da empresa nos Estados Unidos.

1
1