pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 14 mar 21:00

A tendência dos Notch... será falta de criatividade?

A tendência dos Notch... será falta de criatividade?

Útil e elegante para alguns, completamente desnecessário para outros, são muitas as opiniões contra e a favor destas características. Mas há criativos.

Depois do Essential Phone e do iPhone X surgirem com um recorte no ecrã, na zona onde normalmente é colocado o altifalante para chamadas, a câmara frontal e alguns sensores, muitas outras marcas começaram a copiar a tendência e este MWC 2018 foi prova viva disso, com inúmeras marcas a apresentarem o seu smartphone com “notch”.

Útil e elegante para alguns, completamente desnecessário para outros, são muitas as opiniões contra e a favor desta característica, que até já obrigou a Google a criar um Android adaptado a ele… mas será que na tentativa de aumentar os ecrãs e reduzir as margens está a existir falta de criatividade?

Quando o Essential Phone surgiu com uma câmara a recortar o ecrã, já existiam alguns rumores que indicavam que a Apple estaria a criar algo semelhante para os seus iPhones. Mas mais que colocar uma câmara, a Apple criou um sistema completo de sensores verdadeiramente necessários à nova forma de segurança dos smartphones. Bonito ou não, tem uma utilidade.

Ora, se o smartphone da Apple teve sucesso com esta característica, porque é que outras marcas não terão?

Com base neste pressuposto, foram muitas as marcas, desde a Wiko à Leagoo, com particular destaque para a Asus, com o Zenfone 5, que lançaram as suas apostas e mais estarão para chegar, como é o caso do tão aguardado Huawei P20.

Mas porquê um recorte no ecrã? Será falta de criatividade?

No meio de tanta informação tecnológica, no MWC 2018 deparámo-nos com um smartphone com “cara” de Mickey Mouse: o Bluboo S2.

Este smartphone, com uma moldura relativamente fina em 3 das suas laterais, incluindo a de cima, não inclui câmara frontal, nem acima do ecrã, nem abaixo, nem tão pouco integrada no ecrã com um recorte. Quem quiser tirar selfies com este smartphone terá que recorrer à qualidade da câmara traseira.

A câmara do Bluboo S2 é giratória e permite ao utilizador captar tanto para trás quanto para a frente. O sensor é um Sony de 21 MP com abertura f/1.8. Esta solução permitiu à Bluboo, por um lado, oferecer um smartphone com ecrã maior sem sacrificar o tamanho do equipamento, e, por outro, oferecer melhor qualidade fotográfica no momento de captar uma selfie.

Para aceder a esta câmara, o utilizador apenas terá que, com um dedo, levantar a câmara, que pode ser personalizada com alguns acessórios divertidos que vêm dentro da caixa.

Este modelo ainda não foi lançado oficialmente pela Bluboo, mas deverá estar para breve. Fique atento.

Considera que esta solução da Bluboo é melhor que o notch?
1
1