www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 14 mar 14:25

EDP: PSD agenda para sexta-feira debate de atualidade

EDP: PSD agenda para sexta-feira debate de atualidade

O debate urgente pedido pelo líder do PSD, Rui Rio, para se discutir uma mudança à lei fiscal que permite a empresas como a EDP pagar 0,7% de IRC.

O debate urgente pedido pelo líder do PSD, Rui Rio, para se discutir uma mudança à lei fiscal que permite a empresas como a EDP pagar 0,7% de IRC foi agendado para sexta-feira, no parlamento.

O agendamento do debate de atualidade foi feito, a pedido do PSD, na conferência de líderes e terá como título “equidade e competitividade das empresas portuguesas”.

O debate de atualidade pode ser pedido pelos partidos, tem prioridade sobre outros e pode ser comunicado até às 18:00 da véspera de acontecer.

No sábado, o semanário Expresso noticiou que a EDP pagou 0,7% de IRC em 2017 e no mesmo dia, em declarações à Lusa, Rui Rio afirmou querer alterar a lei fiscal, anunciando que o partido ia agendar um debate de atualidade no parlamento durante esta semana.

A EDP esclareceu, no sábado, que pagou 481 milhões de IRC em Portugal em 2017, o equivalente “a cerca de 9,7% do IRC total arrecadado pela Autoridade Tributária”. Segundo a eléctrica, “o jornal Expresso confunde o reporte contabilístico refletido no relatório e contas com os valores efetivamente pagos em sede de IRC pela EDP, em Portugal”.

“Isto não faz sentido, isto é injusto”, sustentou o líder do PSD, Rui Rio, à agência Lusa, ao comentar a notícia veiculada pelo semanário de que a EDP pagou uma taxa de IRC (Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas) de 0,7% em 2017, a mais baixa das empresas cotadas na bolsa portuguesa.

O novo líder social-democrata argumentou que “nenhum português de bom senso aceita uma coisa destas”, recordando que “a lógica de qualquer imposto sobre o rendimento é de que quem ganha mais deve pagar mais e de que quem ganha menos deve pagar menos”.

1
1