mag.sapo.ptmag.sapo.pt - 14 mar 14:19

Lembra-se destes filmes? Ethan Hawke fala sobre o futuro de Jesse e Celine

Lembra-se destes filmes? Ethan Hawke fala sobre o futuro de Jesse e Celine

Ethan Hawke e Julie Delpy foram os protagonistas de "Antes do Amanhecer", "Antes do Anoitecer" e "Antes da Meia-Noite", uma trilogia que apaixona os fãs há quase 25 anos. O ator falou sobre se faz sentido um quarto filme.

Tudo começou em 1995 com "Antes do Amanhecer": Jesse, um jovem americano interpretado por Ethan Hawke, conhecia em Viena Celine, uma jovem francesa encarnada por Julie Delpy, e passavam ambos a noite a falar das suas vidas, prometendo um reencontro possível no futuro.

O filme, realizado por Richard Linklater, ajudou a dar notoriedade aos atores, respetivamente com 24 e 25 anos, e apesar de não ter sido um sucesso comercial, tornou-se um "objeto de culto", principalmente para os espectadores com a idade dos protagonistas, que o descobriram em vídeo ou na televisão. Muitos apaixonados pela grande questão: será que Jesse e Celine se encontravam seis meses mais tarde como tinham combinado quando se despediram?

Surpreendentemente, a resposta surgiu com "Antes do Anoitecer" (2004), onde realizador e atores mostraram um reencontro em Paris para uma tarde que captava novamente a magia da primeira vez. O resultado foi outro filme de culto que encheu a alma dos fãs e até valeu ao trio uma nomeação para os Óscar de Melhor Argumento Adaptado.

O terceiro filme, "Antes da Meia Noite" (2013), rodado em segredo, mostrava novamente da dupla numa nova etapa das suas vidas, finalmente como casal, pais de duas meninas gémeas, numas férias na Grécia, já com um passado de vida em comum... e uma relação em crise. Além dos elogios, a nova história valeu a Linklater, Hawke e Delpy outra visita aos Óscares, e um lugar como uma das trilogias artisticamente mais celebradas da história do cinema.

Durante um painel no festival South by Southwest, uma conferência à volta de cinema, televisão, música e tecnologia que se realiza por estes dias em Austin, no Texas (EUA), Ethan Hawke apresentou "Blaze", o seu novo filme como realizador, mas também refletiu sobre a sua carreira e, em especial, a trilogia, mostrando-se surpreendido por ter chegado tão longe.

Continuar a ler

"Acho que nunca pensámos revisitar as personagens quando estávamos a fazer 'Antes do Amanhecer'. Quando deixámos essa experiência, nós os três pensámos que talvez devêssemos fazer um segundo filme. Foi divertido. Rimos juntos e gostámos disso. No entanto, na nossa cabeça o primeiro filme tinha sido um relativo fracasso. Alguns críticos gostaram, mas foi um fracasso nas bilheteiras, portanto a ideia de que faríamos uma sequela desse filme era tão arrogante. A sério que é o filme menos rentável de sempre a originar uma trilogia", explicou o intérprete de Jesse, agora com 47 anos.

Naturalmente que a expectativa, principalmente entre os fãs que têm envelhecido com as personagens, é um quarto filme e outro olhar para as vidas de Jesse e Celine.

Mantendo-se os nove anos de diferença, o reencontro seria em  2022, mas Hawke não está tão certo que faça sentido.

"Existe algo sobre 'Antes da Meia-Noite' que se sente como uma jornada completa", explicou.

"O primeiro filme começa com um casal nos seus quarentas a discutir no comboio e a câmara encontra dois jovens a ouvi-los. De certa forma, no terceiro filme torná-mo-nos esse casal.", acrescentou.

"Para mim parece estar terminado, o que não é dizer que Rick [Linklater] ou Julie [Delphy] terminaram. Se fossemos visitar Jesse e Celine, teria que ser de alguma forma nova. Não sei como é que seria, mas provavelmente não se chamaria 'Antes...' qualquer coisa. Não sei. Parece terminado.", concluiu, certamente para desgosto de todos os que descobriram e se apaixonaram pela trilogia.

Partilhar Partilhar Partilhar
1
1