rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 15 fev 15:35

"Vizinhos e colegas sabiam que atirador era problemático", diz Trump

"Vizinhos e colegas sabiam que atirador era problemático", diz Trump

Presidente norte-americano insinuou, no Twitter, que o tiroteio aconteceu por falta de denúncia.

Veja também:

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, escreveu no Twitter que havia "muitos sinais de que o atirador da Florida era mentalmente perturbado" e que tinha sido expulso da escola por "mau comportamento".

Trump referia-se ao facto de o atirador Nikolas Cruz, de 19 anos, ser conhecido da comunidade. Os disparos do ex-aluno provocaram pelo menos 17 mortos.

"Os vizinhos e colegas sabiam que ele era um grande problema", escreveu o Presidente dos Estados Unidos, que aproveitou a publicação para deixar um apelo aos norte-americanos: "É preciso denunciar sempre estas circusntâncias às autoridades, uma e outra vez".

So many signs that the Florida shooter was mentally disturbed, even expelled from school for bad and erratic behavior. Neighbors and classmates knew he was a big problem. Must always report such instances to authorities, again and again!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) February 15, 2018

O 'tweet' já tem mais de 30 mil comentários e respostas. Muitos afirmam que Donald Trump está a insinuar que o trágico tiroteio aconteceu por "falta de denúncia" do atirador.

Há quem defenda também que Trump evita assim abordar a polémica sobre a proliferação e o acesso a armas nos Estados Unidos.

Esta foi a terceira publicação de Trump no Twitter sobre o tiroteio, que antes já tinha enviado condolências às famílias.

My prayers and condolences to the families of the victims of the terrible Florida shooting. No child, teacher or anyone else should ever feel unsafe in an American school.

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) February 14, 2018

Just spoke to Governor Rick Scott. We are working closely with law enforcement on the terrible Florida school shooting.

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) February 14, 2018
1
1