eco.pteco.pt - 15 fev 17:48

A tarde num minuto

A tarde num minuto

Não teve tempo de ler as notícias esta tarde? Fizemos um best of das mais relevantes para que fique a par de tudo o que se passou, num minuto.

O advogado de defesa de Manuel Vicente, Rui Patrício, não concorda com a Procuradoria-Geral da República (PGR) e diz que a reabertura dos processos arquivados por Orlando Figueira contra Manuel Vicente não é possível. O Presidente da República pediu, esta tarde, ao novo líder do PSD, Rui Rio, uma “oposição forte”.

O advogado de defesa de Manuel Vicente, Rui Patrício, considera que a reabertura dos processos que envolviam o seu cliente, arquivados por Orlando Figueira, não é uma solução juridicamente viável.

O Presidente da República desejou, esta quinta-feira, “felicidades” ao novo líder do PSD, Rui Rio. À margem da visita à casa de Lisboa da associação Acreditar, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que “é bom para Portugal e para a democracia que haja uma área de governo forte e uma área de oposição forte”.

O ex-ministro social-democrata vai candidatar-se à liderança do grupo parlamentar do PSD, uma notícia avançada pelo Expresso esta quinta-feira. Num mail enviado aos deputados, a que o ECO teve acesso, o social-democrata diz ter uma “forte vontade de inclusão”, quer valorizar as equipas de coordenação e os seus colegas.

A concessão de crédito ao consumo continua a bater novos recordes. No ano passado, os bancos e as instituições de crédito disponibilizaram perto de sete mil milhões de euros em empréstimos ao consumo, mostram dados do Banco de Portugal divulgados nesta quinta-feira. Este montante é um novo máximo do histórico.

Os bancos têm vindo a aumentar comissões à procura de receitas. Desde as mais simples, como as de manutenção de conta, aos custos relacionados com o crédito à habitação. No espaço de apenas um ano, houve um aumento médio de 5% nas comissões líquidas, mas esta variação esconde aumentos de apenas 3% e outros que chegam aos 15%.

1
1