observador.ptobservador.pt - 15 fev 14:50

As paisagens são de J.M.W. Turner mas a primavera pertence aos póneis

As paisagens são de J.M.W. Turner mas a primavera pertence aos póneis

As pinturas de Turner viram botas, a cortiça volta a ser objeto de design e Gigi Hadid é especial de corrida para a Tommy Hilfiger. Mas no fim do arco-íris estarão sempre os pequenos póneis.
Tommy x Gigi (o regresso)

Das pistas de corridas para a passerelle, desta vez, a dupla Tommy Hilfiger e Gigi Hadid explorou o universo das altas velocidades naquela que é a quarta colaboração do criador americano com o dedo criativo da supermodelo. A coleção cápsula primavera-verão 2018 é posta à venda na loja online da marca no dia 25 de fevereiro, mas os looks já estão disponíveis para quem quiser ir preenchendo a wishlist. Entre calças esculturais e blusões de pele curtos, as peças sofreram influências dos desportos motorizados, sobretudo nos jogos gráficos de linhas, fechos e aplicações em pele, onde nem o famoso xadrez preto e branco das bandeiras sinalizadoras ficou de fora. É claro que tudo ganha outros contornos quando é a própria Hadid a cara (e o corpo) da campanha. Os preços variam entre 60€ e 600€.

A quarta coleção Tommy x Gigi é inspirada nas corridas de carros © Divulgação

BadGal Bang, a máscara galática da Benefit

Antes do produto propriamente dito, batemos com os olhos na embalagem. Afinal, além de pestanejarem, eles também comem, não é verdade? Outra constatação do conhecimento geral: na maquilhagem e na cosmética, as fórmulas e resultados estão em constante processo de aperfeiçoamento. Parece que é o caso da BadGal Bang, da Benefit. Aqui, o segredo está no volume. A nova máscara promete 36 horas bem pestanudas com resistência à água e um reforço de provitamina B5. Na sua composição tem ainda aero partículas, um ingrediente emprestado pela tecnologia espacial. É que, tal como as sondas e satélites, também a maquilhagem precisa de contrariar a gravidade. O preço é 29,55€.

Com tecnologia espacial, a nova máscara de pestanas da Benefit promete desafiar a gravidade © Divulgação

Moschino x My Little Pony

Depois do McDonalds e da Barbie, a Moschino volta a pegar num ícone da cultura pop e a incorporá-lo numa coleção. Ainda faltam alguns meses para o verão, mas a marca italiana, nos últimos anos sob a direção criativa de Jeremy Scott, já pôs à venda todas as peças inspiradas nos desenhos animados dos anos 80 My Little Pony. E sim, tem tudo aquilo que lhe está a passar pela cabeça: arco-íris, borboletas e uma overdose de azul e cor-de-rosa apenas ao alcance dos mais destemidos. Do fato de treino completo à capa de iPhone, a coleção cápsula dá para vestir da cabeça aos pés. Os preços começam nos 45€ e vão até aos 1495€.

Depois do desfile em setembro, as coleção Moschino x My Little Poney chegaram às lojas © Divulgação

Tambour Horizon, o zodíaco chinês celebrado pela Louis Vuitton

Antes de mais, feliz ano novo… do cão, entenda-se. Na China, dão-se as boas-vindas a um novo signo e a Louis Vuitton aproveita a deixa para lançar uma coleção de smartwatches dedicada, não apenas ao cão mas aos 12 animais que compõem o zodíaco chinês. A inspiração chega diretamente da relojoaria masculina da maison, mas a edição especial Tambour Horizon divide-se em duas linhas: bracelete cinzenta com o monograma e bracelete bordeaux com textura de crocodilo. Os signos surgem sempre no centro do mostrador, a denunciar os traços da personalidade de cada um, pelo menos, aos mais entendidos na matéria. Os novos relógios estão marcados com “preço sob consulta”, mas podemos ter uma ideia se recordarmos que o primeiro smartwatch da Louis Vuitton, lançado no verão passado, custava quase 2000€.

A coleção Tambour Horizon é composta por 12 relógios alusivos aos signos do zodíaco chinês © Divulgação

Stow It, o Studio da Corticeira Amorim

Tem tudo para ser o objeto mais simples do mundo, mas como quase sempre acontece há uma boa dose de design pelo meio. Da autoria do Studio Irvine, fundado pelo britânico James Irvine, a prateleira modular Stow It é agora a 25ª peça a integrar a coleção MATERIA da Corticeira Amorim. Seja com um livro ou com um tablet ou computador, a peça explora a versatilidade da cortiça e a facilidade que tem em integrar-se em vários tipos de ambiente e decoração. Comissariada pela Experimentadesign, a coleção reúne 12 designers de sete nacionalidades e tem na cortiça a sua matéria-prima de eleição. A nova peça já está à venda nas lojas de alguns museus e custa 120€.

Stow It, a prateleira desenhada pelo Studio Irvine para a Corticeira Amorim © Giulio Boem

Dr. Martens x Tate Britain

Em vez de óleo sobre tela, a Dr. Martens apostou em arte sobre um par de botas. Numa colaboração com o famoso Tate Britain, a marca pegou em duas obras de J.M.W. Turner e estampou-as numa edição especial que certamente irá muito além do habitual clube de fãs das botas britânicas. “O Declínio do Império Cartesiano” e “Pescadores no Mar” foram os quadros escolhidos. As paisagens românticas do pintor estão entre as estrelas maiores do museu londrino e vêem agora a sua presença no mundo da moda reforçada, depois de também Jeff Koons ter adaptado a pintura “Roma Antiga” às malas e carteiras da Louis Vuitton. Felizmente, as botas ficam bem mais em conta. Custam 189€ e estão à venda na loja online da marca.

Duas pinturas de Turner foram estampadas em Dr. Martens. Não são peças de museu, são para usar nos pés © Divulgação

Vimos e Gostámos é uma rubrica que pretende mostrar os novos lançamentos que vale a pena conhecer.

1
1