observador.ptobservador.pt - 14 jan 14:09

Ivo Vieira assume Estoril motivado para jogar aberto com o FC Porto

Ivo Vieira assume Estoril motivado para jogar aberto com o FC Porto

Treinador do Estoril Praia assume que a sua equipa irá defrontar o FC Porto de forma aberta e motivada, no jogo da 18.ª jornada da I Liga de futebol, mesmo condicionada com várias lesões no plantel.

O treinador do Estoril Praia assumiu hoje que a sua equipa irá defrontar o FC Porto de forma aberta e motivada, no jogo da 18.ª jornada da I Liga de futebol, mesmo condicionada com várias lesões no plantel.

Na conferência de imprensa de antevisão ao desafio de segunda-feira com os ‘dragões’, a ideia de tentar jogar de igual para igual frente ao líder isolado ficou bem vincada pelo técnico Ivo Vieira.

“Vamos jogar com uma equipa muito forte, um adversário com valia, mas nós também temos as nossas armas. Se formos para o jogo para dar a bola ao Porto e defender a nossa baliza não vamos ser felizes nem crescer como equipa. Vamos potenciar os nossos jogadores”, começou por garantir.

Sobre os níveis motivacionais dos seus atletas, Ivo Vieira não tem dúvidas que estão altos e promete ser fiel à sua ideia de jogo até agora implementada desde que chegou ao clube.

“Nós temos que estar motivados para aquilo que é a nossa tarefa, o nosso objetivo para interpretar um jogo de dificuldade elevada, pelo lugar [1.º] que ocupam na tabela, mas a pensar naquilo que podemos fazer. Não muda nada a nossa ideia, nem o nosso objetivo. Em termos de motivação são jogos em que os jogadores já estão e concentrados também”, referiu.

Por outro lado, a missão de criar problemas ao líder ficou bem vincada: “Pensar naquilo que podemos provocar dentro do jogo e sermos competentes para criarmos alguma dificuldade ao FC Porto”.

As lesões que afetam a equipa foram notórias no último encontro dos estorilistas, quando perderam na receção ao Feirense (2-0), algo que não tira motivação a Ivo Vieira.

“Temos que estar preparados. É um momento não muito feliz da nossa equipa em termos de lesões, mas temos que pensar positivo e ir para a luta com os disponíveis. A tarefa é difícil, mas não é impossível”, sublinhou.

Por fim, questionado sobre se teria alguma atenção especial com algum futebolista da equipa de Sérgio Conceição, nomeadamente com Moussa Marega, a resposta foi reconhecedora das qualidades do maliano, mas sem cuidados redobrados.

“Tem sido um jogador que se tem destacado entre outros do FC Porto, que tem muito boas individualidades. Ele procura muito o espaço, a profundidade, mas não vou ter em atenção nenhum jogador em especial, todos eles têm capacidade para definir bem. Vamos tentar anular as suas mais valias”, concluiu.

Na segunda-feira, o Estoril Praia, 18.º e último classificado da I Liga de futebol, com 12 pontos, recebe o líder FC Porto, com 45, no Estádio António Coimbra da Mota, pelas 21h00.

1
1