Rui Rio diz que começará de imediato a criar uma alternativa à atual “frente de esquerda”. Para isso não lhe basta falar, tem que ter um programa, saber explicá-lo e, com isso, reconquistar o seu eleitorado potencial. Essa é a urgência - e a dificuldade - do PSD