www.publico.ptpublico.pt - 8 dez 00:47

EUA. Mais uma saída no Congresso envolta em acusações de assédio sexual

EUA. Mais uma saída no Congresso envolta em acusações de assédio sexual

O republicano Trent Franks anunciou que deixa o cargo depois de saber que é alvo de uma investigação relacionada com queixas de assédio sexual. Representante do Arizona nega as acusações, e diz que tudo não passou de uma discussão sobre a maternidade de substituição.

Mais uma demissão anunciada no Congresso norte-americano. Já na noite desta quinta-feira, um dos membros da bancada republicana na Câmara dos Representantes, Trent Franks, eleito pelo Arizona, anunciou que deixará o cargo a 31 de Janeiro depois de o Comité de Ética da câmara baixa do Congresso ter dado aval a uma investigação relacionada com queixas de assédio.

A saída do cargo de Trent Franks é conhecida no mesmo dia em que o senador democrata Al Franken apresentou a demissão, também devido a acusações de assédio sexual.

Franks garante, num comunicado citado pela Associated Press, que nunca intimidou fisicamente nem nunca tentou ter qualquer aproximação sexual com qualquer membro da sua equipa.

O congressista explica que na base da investigação está uma queixa devido a uma discussão sobre a maternidade de substituição. Franks é pai de gémeos concebidos através de uma “barriga de aluguer”. “Lamento profundamente que a minha discussão sobre esta opção e o processo no local de trabalho tenha causado angústia”, afirmou ainda.

Franks informou também que tomou conhecimento da queixa de duas mulheres que afirmam que o congressista as deixou desconfortáveis no local de trabalho há alguns anos. 

1
1