expresso.sapo.ptexpresso.sapo.pt - 7 dez 23:19

Ferreira Leite sobre o Infarmed: Governo deu “resposta de criança, que diz sim só porque sim”

Ferreira Leite sobre o Infarmed: Governo deu “resposta de criança, que diz sim só porque sim”

No habitual espaço de comentário, Manuela Ferreira Leite defendeu que a oposição “deveria ter questionado os motivos” da mudança do Infarmed para o Porto. “Não é descentralização e deve ser justificada”, referiu

Manuela Ferreira Leite considerou que a mudança da sede Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) para a cidade do Porto não pode ser uma forma de descentralizar serviços. No habitual espaço de comentário na TVI 24, esta quinta-feira à noite, defendeu que a resposta dada pelo Governo para justificar a relocalização da instituição “parece uma resposta de criança, que diz sim só porque sim”.

“Descentralizar não é mudar as coisas de um local para outro. A oposição [no Parlamento] deveria ter perguntado quais os motivos. Não é descentralização e deve ser justificada”, disse a comentadora.

Esta quinta-feira, Ferreira Leite disse que o “mais preocupante” é que se esteja a encaixar a relocalização da autoridade do medicamento na descentralização. “Não é porque é melhor para o país ou porque há algum estudo”, é só para descentralizar. “É um assunto paradigmático e exemplificativo do que não deve ser a descentralização”, concluiu.

O debate quinzenal, na quarta-feira, foi dominado pela questão da transferência do Infarmed. António Costa admitiu que o Governo falhou na forma como comunicou a decisão. “Se há coisa que manifestamente tenho de reconhecer, é que nisto o Governo foi muito inábil, porque decidir uma coisa boa e apresentá-la como uma coisa má, é inábil”, disse.

O anúncio da transferência da sede do Infarmed de Lisboa para o Porto foi feito no mês passado pelo ministro Adalberto Campos Fernandes, um dia depois de se saber que o Porto não conseguiu vencer a candidatura para receber a sede da Agência Europeia do Medicamento, que mudar de Londres para Amesterdão.

1
1