pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 7 dez 23:00

AMD e Intel também vão aderir aos PCs Always Connected

AMD e Intel também vão aderir aos PCs Always Connected

A AMD e Intel parecem não querer o novo comboio e estão já a preparar a sua resposta. Vão ser máquinas diferentes, mas garantem parte das características

Apresentados ontem, os novos PCs da filosofia “Always Connected” prometem tempos de bateria elevados e uma velocidade de acesso à Internet acima do que é normal. A sua base são os processadores ARM da Qualcomm.

As tradicionais marcas de processadores parecem não querer perder este comboio e estão já a preparar a sua resposta. Vão ser máquinas diferentes, mas vão garantir uma grande parte das suas características.

Os computadores “Always Connected” da Microsoft têm como principal diferença a utilização de processadores ARM, que vão ser capazes de correr o Windows 10 de forma nativa. Esta ideia da Microsoft iniciou-se há cerca de 1 ano e agora toma finalmente forma.

A AMD e a Intel não querem perder este barco e pretendem abraçar esta novidade, recorrendo ao que têm já disponível. Os seus processadores móveis dedicados a estas máquinas têm parte das características necessárias, faltando apenas as velocidades de acesso à Internet, próximas do gigabit.

A nova parceria da AMD

Esse passo parece ter sido dado agora, com a AMD a anunciar uma parceria para integrar no seu processador Ryzen Mobile os modems LTE da Qualcomm. Ainda é cedo para haver frutos, mas em breve vão surgir as primeiras propostas.

A Intel vai a jogo com a sua tecnologia

Também a Intel quer estar presente, mas neste caso não através da Qualcomm. A marca estará já a trabalhar para integrar nos seus processadores os modems LTE que fabrica e que são já usados por várias marcas, sempre de forma isolada e sem qualquer integração.

O resultado será positivo para os utilizadores, que assim conseguem ter uma maior oferta, estando cobertas as necessidades, quer através dos novos processadores ARM quer dos tradicionais x86, que nos habituámos a usar.

Este é um mercado novo e que está agora a começar a ter o seu espaço. A promessa dos futuros Snapdragon 845 e destas novas ofertas da AMD e Intel vão com certeza garantir máquinas que dão maior liberdade, quer em termos de bateria, quer em termos de velocidades à Internet.

Leia também

Chegaram os primeiros PCs com processador ARM e Windows 10

1
1