eco.pteco.pt - 7 dez 16:48

Justiça brasileira devolve à Petrobras milhões desviados

Justiça brasileira devolve à Petrobras milhões desviados

A Petrobras diz ter cooperado com as autoridades competentes desde o início das investigações, justificando desta forma a recuperação dos 167 milhões de euros desviados em atos de corrupção.

A petrolífera estatal Petrobras, que está no epicentro de um enorme escândalo de corrupção no Brasil, recuperou esta quinta-feira 654 milhões de reais (167,2 milhões de euros) de dinheiro desviado em atos de corrupção desvendados pela operação Lava Jato.

Com esta soma, resultante de acordos de colaboração com os tribunais e pessoas envolvidas em diversos escândalos de corrupção, o total de fundos devolvidos à Petrobras desde 2014 atingiu 1,48 mil milhões de reais (380 milhões de euros), segundo um comunicado da empresa.

A Petrobras coopera com o Ministério Público, a polícia federal, as autoridades fiscais federais e outras autoridades competentes desde o início das investigações, melhorando a aprovação dos seus mecanismos de controlo

Petrobras

“A Petrobras coopera com o Ministério Público, a polícia federal, as autoridades fiscais federais e outras autoridades competentes desde o início das investigações, melhorando a aprovação dos seus mecanismos de controlo”, assegurou a empresa.

A extensa investigação da operação Lava Jato descobriu uma vasta rede de pagamentos de subornos vinculados, em particular, à Petrobras que operaram no Brasil durante mais de dez anos. A Justiça brasileira já denunciou por atos de corrupção dezenas de políticos, incluindo ex-Presidentes da República, governadores, senadores e deputados federais, bem como importantes empresários.

A Petrobras acrescentou no mesmo comunicado que foi “reconhecida pelas autoridades como vítima dos atos desvendados pela Lava Jato” e indicou que “medidas judiciais continuarão a ser tomadas contra empresas e pessoas, incluindo ex-funcionários e políticos, que danificaram suas finanças”

1
1