sol.sapo.ptsol.sapo.pt - 7 dez 17:15

Contracetivos orais aumentam risco de cancro da mama

Contracetivos orais aumentam risco de cancro da mama

Os fármacos anticoncecionais hormonais aumentam o risco de desenvolver cancro da mama, revela um estudo publicado hoje numa revista científica.

Já não é a primeira vez que a ciência associa os anticoncecionais hormonais, como é o caso da pílula oral, ao risco de desenvolver cancro ou risco de tromboembolismo.

No entanto, um estudo publicado esta quinta-feira no jornal científico The New England Journal of Medicine”, confirma mesmo que o uso deste métodos contracetivos elevam,  sgnificativamente, o risco de cancro da mama nas mulheres, em média em cerca de 20%.

Os investigadores do Hospital da Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, analisaram 1,8 milhões de mulheres do país, com idades compreendidas entre os 15 e os 49 anos, que não foram submetidas a tratamentos de fertilidade, não tinham cancro ou doenças do aparelho circulatório.

As participantes do estudo foram acompanhadas ao longo de 11 anos e os resultados concluíram que as mulheres que tomaram ou utilizam anticoncecionais orais têm um risco aumentado de cancro de mama em cerca de 20%, comparando com aquelas que não tomam, por exemplo, a pílula.

1
1