www.vidaeconomica.ptvidaeconomica.pt - 7 dez 19:00

Remunerações de risco com elevado potencial podem superar 3%

Remunerações de risco com elevado potencial podem superar 3%

O ano está a terminar e é preciso ver as derradeiras oportunidades. Selecionámos dois depósitos indexados com risco de uma rendibilidade de 0,1% TANB num contrato a dois anos. Mas, caso se confirmem as melhores expetativas, são produtos que pagam 10 vezes aquilo que um depósito a prazo comum consegue liquidar.
Vamos ver os exemplos. Escolhemos o produto do EuroBic, o “Cabaz Mundo dezembro 2017”, um depósito indexado com um prazo de 24 meses, com um mínimo de subscrição de mil euros e que pode ser contratado até 14 de dezembro próximo.
Este produto financeiro complexo está indexado a cada uma das empresas que compõem o cabaz. Os títulos internacionais escolhidos foram o HSBC, a Microsoft, a Total, a Nestlé e o ING. Para obter alguma rendibilidade será necessário que todos os títulos tenham registado uma valorização no final do contrato, que acontecerá a 13 de dezembro de 2019. Este produto está ainda sujeito a um máximo de ganho de 4,2% durante os dois anos, aplicado a cada uma das empresas. Isto significa que na melhor das hipóteses o investidor receberá uma remuneração equivalente a 2,057% em termos de taxa anual bruta. Este é um produto com risco de mercado, nomeadamente com a volatilidade dos mercados provocado por alterações do clima político, económico e regulatório. Existe também o risco de liquidez pois o montante não poderá ser mexido ao longo dos dois anos de contrato: e ainda o risco de crédito associado ao emitente, embora exista a “almofada” do Fundo de Garantia de Depósitos até 100 mil euros por depositante; e não é de afastar os riscos de contextos, nomeadamente as eventuais alterações fiscais que poderão prejudicar o investidor.
A HSBC é uma instituição financeira britânica cotada na Bolsa de Londres e o título ganhou 15,9% nos últimos 12 meses. A Microsoft esta na Nasdaq e ganhou 44,6% nos últimos 12 meses; enquanto a Total cotada em Paris, ganhou 11,3% no mesmo período. A Nestlé ganhou 3,6% nos últimos 12 meses, e o grupo financeiro holandês ING subiu 16,7% no mesmo período.
Com um modelo idêntico em termos de funcionamento, o Banco Invest, através do “Invest Global Dez-17”, revela um potencial de ganho a dois anos que pode chegar aos 3,429% TANB, se cada uma das cinco ações que compõem o cabaz tiver resultado positivo com um máximo de 7% a dois anos. Caso algum dos títulos não atinja aquele nível a remuneração será inferior, podendo ficar-se nos 0,10% TANB se alguma das ações fechar negativa.
Em ambos os produtos existe garantia de capital dada pelo emitente com um contrato mínimo de mil euros. O dia 28 de dezembro é a data limite de subscrição do Invest e este acaba por ser um dos últimos produtos financeiros que ainda poderá ser subscrito este ano. Os riscos para o investidor são idênticos ao do produto anterior.
As empresas que preenchem o cabaz registam resultados históricos. Nos últimos 12 meses o JP Morgan Chase subiu 47,9%, o Deutsche Telekom ganhou 6,6%; e a Allianz subiu 48,3%. Neste cabaz ainda participa a Total e a Microsoft.
1
1