mag.sapo.ptmag.sapo.pt - 15 nov 13:02

Turistas presos no Cazaquistão por usarem fato de banho de Borat

Turistas presos no Cazaquistão por usarem fato de banho de Borat

Já passaram vários anos desde o filme, mas Borat continua a ser "persona non grata" no Cazaquistão.

"Borat: Aprender Cultura da América para Fazer Benefício Glorioso à Nação do Cazaquistão" continua a ter muitos fãs por esse mundo fora. Infelizmente, não existem muitos... no Cazaquistão.

De acordo com a BBC, seis turistas fãs descobriram isso da pior forma ao serem presos e a seguir multados na capital Astana depois de aparecerem em público, apesar das baixas temperaturas, a usar o "popular" e revelador fato de banho verde de Borat Sagdiye.

Criada por Sacha Baron Cohen, a personagem é um "famoso" apresentador de televisão daquele país da Ásia central com atitudes machistas e homofóbicas, ódio aos judeus e defensor da pedofilia e incesto, cujas entrevistas a pessoas desprevenidas têm os resultados mais desconcertantes. No filme de 2006 deslocava-se aos EUA com o objetivo de filmar um documentário sobre os americanos e conhecer e casar com Pamela Anderson, a antiga estrela de "Marés Vivas".

Na altura, o Cazaquistão baniu "Borat" no cinema e no vídeo por dar uma imagem do país como racista, sexista e primitivo, ameaçando ainda Sacha Baron Cohen com um processo. Apesar disso, o ministro dos Negócios Estrangeiros acabou por agradecer ao humorista em 2012 por contribuir para aumentar o turismo.

Filmes neste artigo Pessoas neste artigo
1
1