observador.ptobservador.pt - 13 out 19:43

Navio D.Carlos I, da Marinha Portuguesa chegou a Bissau para levantamento hidrográfico

Navio D.Carlos I, da Marinha Portuguesa chegou a Bissau para levantamento hidrográfico

O navio da Marinha portuguesa D. Carlos I chegou à Guiné-Bissau para realizar um levantamento hidrográfico no rio Geba e de acessos ao porto comercial de Bissau. O navio vai permanecer até dia 27.

O navio da Marinha portuguesa D. Carlos I chegou esta sexta-feira à Guiné-Bissau para realizar um levantamento hidrográfico no rio Geba e de acessos ao porto comercial de Bissau, anunciou, em comunicado, a embaixada de Portugal.

O navio vai permanecer na Guiné-Bissau até 27 de outubro e a sua deslocação ocorre no âmbito da missão “Mar Aberto”, estando igualmente previsto o desenvolvimento de atividades com a Marinha guineense.

Segundo a Marinha, a bordo do navio seguem 50 militares, incluindo uma guarnição de 37 militares, uma equipa da Brigada Hidrográfica, uma equipa de fuzileiros do pelotão de abordagem, uma equipa de mergulhadores e um médico naval.

“A missão enquadra-se no âmbito da cooperação técnico-militar e de ações de apoio à diplomacia, em particular com os países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)”, refere, na sua página na Internet a Marinha.

O D. Carlos I, de origem norte-americana, e ao serviço de Portugal desde 1997, é um navio especialmente construído e equipado para a execução de trabalhos hidrográficos ou oceanográficos. O navio dispõe de áreas laboratoriais para pesquisar parâmetros biológicos, físicos e químicos, entre outras capacidades, executando missões científicas de apoio às operações militares e à comunidade científica, em águas nacionais e internacionais.

A Marinha informa que o navio vai estar empenhado na Guiné-Bissau, mas também vai realizar missões em Cabo Verde, Senegal, Mauritânia e Marrocos.

1
1