sol.sapo.ptsol.sapo.pt - 12 out 15:16

Professores em greve de 6 de novembro a 15 de dezembro

Professores em greve de 6 de novembro a 15 de dezembro

Os professores fazem um pré-aviso, e ameaçam poder faltar a todas as atividades não letivas.

Os professores e educadores do ensino básico e secundário anunciaram hoje, quinta-feira, que vão fazer greve parcial no último mês de aulas do primeiro período, que pode mesmo chegar a estender-se até ao segundo período, caso a tutela ignore as reivindicações acerca dos horários de trabalho.

Os elementos da Federação Nacional dos Professores - Fenprof - entregaram esta quinta-feira, no Ministério da Educação, um pré-aviso de greve, que terá início a 6 de novembro e terminará a 15 de dezembro, e envolve todas as atividades desenvolvidas diretamente com os alunos que estejam inscritas na componente não letiva.

"Os professores e educadores têm um horário global de 35 horas e, neste momento, o levantamento que está feito de forma ampla e envolvendo milhares de professores mostra que os professores estão a trabalhar semanalmente, em média, 46 horas e 40 minutos", referiu o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, em declarações à comunicação social, após a entrega do pré-aviso de greve.

Em causa está o facto de os docentes trabalharem diretamente com os alunos em atividades variadas, como apoios, coadjuvação ou projetos específicos de promoção do sucesso, sem que essas horas sejam consideradas componente letiva
 

1
1